Exportações de têxteis crescem mas as de vestuário recuam

As exportações de têxteis cresceram cerca de 3% no 1.º trimestre de 2018 comparativamente com o período homólogo do ano passado. Já o vestuário apresentou uma tendência diferente com uma quebra de -1,7% no mesmo período. Somando estes dois segmentos, no 1.º trimestre de 2018, as exportações de têxteis e vestuário registaram uma variação homóloga de -0,2%, tendo atingido um valor de 1.364 milhões de euros, segundo dados do INE tratados pela ATP.


Espanha foi o destino mais afetado com uma queda de 8% (ou seja, menos 35 milhões de euros exportados, em termos homólogos), seguindo-se o Reino Unido com -7% (equivalente a uma quebra homóloga de 8 milhões de euros) e Angola com -31% (ou seja, menos 4 milhões de euros).

Os destinos mais dinâmicos que compensaram estas quedas foram a Itália para onde exportámos mais 26% (equivalente a um acréscimo homólogo de 17 milhões de euros), a França com mais 6%, ou seja, mais 10 milhões de euros (+6%).

As exportações para fora da UE também estiveram mais animadas, crescendo 2,4% no total, com destaques para a Macedónia (+170%), para a China (+28%) e para a Suíça (+14%).

Do ponto de vista dos produtos, as exportações de matérias-primas têxteis estiveram mais dinâmicas, registando um aumento de 3%. Destacamos o crescimento das exportações de tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados e artigos para usos técnicos de matérias têxteis, com mais 10 milhões de euros exportados no trimestre (+15%) e das exportações de fibras sintéticas artificiais descontínuas, com um acréscimo de 6 milhões de euros, ou seja, +10%.

De resto, globalmente, as exportações de bens sofreram uma descida de 5,7% em março, face ao mesmo período de 2017, invertendo assim o movimento de crescimento verificado no mês anterior. É a primeira queda homóloga desde final de 2016. E é preciso recuar a outubro daquele ano para encontrar outra descida, e, mesmo assim, menos significativa.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER