Exportações mantêm-se em alta e avançam 2,3% até agosto

As exportações da Indústria Têxtil e Vestuário portuguesa mantêm a rota de crescimento, tendo registado um avanço de 2,3%  nos primeiros oito meses do ano. Dos números agora divulgados pelo INE e analisados pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, destacam-se as vendas de matérias têxteis, com um crescimento de 5,1%, bem como os têxteis-lar e outros artigos têxteis confecionados, com uma evolução de 3,5%.


O setor têxtil e vestuário português alcança, assim, um valor total de exportações na ordem dos 3,6 mil milhões de euros entre janeiro e agosto, números que consolidam a já habitual trajetória de crescimento dos últimos tempos. O saldo da balança comercial dos têxteis e vestuário, neste período, ascendeu a 825 milhões de euros.

Faltando ainda os quadros com a evolução até ao final de agosto por mercados de exportação – que o INE disponibilizará nas próximas horas -, recorde-se que no final de julho o grande destaque era dado pelo crescimento das exportações para Itália (33% e mais cerca de 49 milhões de euros), Holanda (16% e cerca de 19 milhões) e China (79% e mais 17 milhões de euros). Também para fora da União Europeia, EUA (+5%), Suíça (+25%) a Antiga República Jugoslava da Macedónia (+92%) cresciam com números destacados.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER