Família Ferragamo prepara venda de 3,5% do grupo de luxo italiano

A família italiana Ferragamo, que controla o grupo de luxo homónimo, informou, na terça-feira (19), que irá vender uma participação de 3,5% na empresa através de um accelerated book building (ABB).


Ver o desfile
Salvatore Ferragamo -outono-inverno 2018 - Moda feminina - Milão - © PixelFormula

O grupo, com sede em Florença, emitiu um alerta de lucro em dezembro e tem vindo a lutar contra a queda nas vendas e na rentabilidade, em parte devido a uma limpeza de stocks.

Os Ferragamo têm descartado repetidamente a possibilidade de venda da empresa. Através da sua holding Ferragamo Finanziaria, a família possui 57,76% da empresa, mas, no total, os membros da família controlam uma participação de quase 70%.

A Goldman Sachs foi o único book-runner na operação de ABB, que se destina a investidores institucionais, foi revelado no comunicado.

A venda visa aumentar o capital flutuante da empresa, que é considerado demasiado baixo pela família, revelou uma fonte à Reuters.

Traduzido por Estela Ataíde

© Thomson Reuters 2018 All rights reserved.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - CalçadosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER