×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Ferrari assina acordo de licenciamento de vestuário com grupo Giorgio Armani

Por
Ansa
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 5 de nov de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A fabricante italiana de automóveis Ferrari firmou um acordo com o grupo Giorgio Armani. "O nosso objetivo é diversificar a nossa marca, expandindo-nos para vestuário o e o entretenimento", disse o CEO da Ferrari, Louis Camilleri, numa teleconferência sobre os resultados trimestrais do grupo automobilístico (a Ferrari encerrou o trimestre com receita líquida de 915 milhões de euros e lucro líquido de 169 milhões de euros).



"O acordo com a Armani é de longo prazo e, com ele, queremos aumentar a qualidade de toda a nossa linha e focar-nos em produtos fabricados em Itália", acrescentou Camilleri.

O plano de extensão de marca da Ferrari concentra-se em três áreas: uma seleção cuidadosa de roupas e acessórios, também através do acordo com a Armani; entretenimento para as gerações mais jovens, aproveitando o ADN das corridas de automóveis da Ferrari através de parques temáticos e simuladores de direção; e uma série de produtos e serviços exclusivos para os proprietários de automóveis Ferrari.

Camilleri explicou que deverá expandir as licenças para os parques temáticos, como os de Barcelona e Abu Dhabi, e revelou que a Ferrari irá abrir um restaurante com o chef Massimo Bottura, em Maranello, local onde fica a sede da Ferrari.

"Atualmente, o valor de mercado dos produtos da marca Ferrari está na faixa dos 800 milhões de euros", acrescentou Camilleri, que anunciou uma redução pela metade dos contratos de licença atuais, que são muitos, e um corte de 30% nas categorias de produtos.

"Esperamos gerar 10% do lucro total nos próximos 7 a 10 anos a partir das nossas extensões de marca, com o objetivo de aumentar a qualidade geral da linha", acrescentou Camilleri.

Copyright © 2019 ANSA. Todos os direitos reservados.