Florais e rendas dominam desfiles da Preen e Roland Mouret

As fashionistas podem esperar looks femininos suaves para os seus guarda-roupas na próxima primavera. As marcas Preen, de Thornton Bregazzi, e Roland Mouret mostraram muitos folhos e rendas nos seus desfiles para a Semana da Moda de Londres, no domingo (16).


Ver o desfile
Preen por Thornton Bregazzi - primavera- verão 2019 - Moda Feminina - Londres - © PixelFormula

A dupla de estilistas da Preen, Justin Thornton e Thea Bregazzi, usou estampados florais para os seus vestidos de primavera-verão 2019, que foram apresentados em vários estilos.

As modelos desfilaram vestidos de um ombro só em renda e folhos, bem como vestidos de seda com ombros e mangas volumosas. Diferentes tipos de estampados florais, assim como materiais, foram misturados e usados em vestidos desconstruídos com painéis sobrepostos.

Alguns vestidos mais curtos na frente com uma cauda mais longa na parte de trás; tops de gola redonda, também com mangas exageradas, mais curtos, na altura da cintura e combinados com calções de cordão também foram apresentados.

Como outros desfiles vistos na Semana da Moda de Londres, os looks foram complementados com meias e sandálias, e lenços de pescoço com um detalhe de fivela de cinto na frente.


Ver o desfile
Roland Mouret - primavera-verão 2019 - Moda Feminina - Londres - © PixelFormula

Também foram apresentadas muitas rendas no desfile de Mouret, onde as modelos caminharam numa passarela ao ar livre sob o céu azul claro de Londres.

Mouret, cujos vestidos são usados ​​por celebridades e membros da realeza, escolheu uma silhueta fluída para a coleção, usando uma paleta de cores pastel, bem como alguns gráficos e estampados.

Mouret disse que a sua linha "brinca com uma sexualidade introvertida" e procurou a independência feminina. De acordo com uma nota do desfile, o estilista francês partiu "tematicamente do filme pornográfico de 1974, Emmanuelle, com o seu subtexto que dizia para as mulheres se apropriarem da sua sexualidade", através dos movimentos #metoo e #timesup contra o assédio sexual.

"As mulheres do mundo todo encontraram força através da comunidade de experiências compartilhadas", disse Mouret. “As mulheres são a voz da nossa sociedade, e é isso que quero expressar na coleção.”

As modelos usaram vestidos com os ombros ou as frentes descobertos, tops de túnica, calças folgadas e saias lápis todas cortadas para mostrar painéis de renda preta.

Os looks foram complementados por mules pontiagudas de cordões e sandálias rope-tie de salto alto, e as modelos também usaram crachás com a inscrição "woman up".

"A ideia de romantismo real que tem estado em muitas das passarelas de Nova Iorque ... é certamente muito aparente aqui em Londres também", disse Ken Downing, diretor de moda da Neiman Marcus, à Reuters.

A Semana da Moda de Londres, a segunda etapa da temporada de passarelas iniciada em Nova Iorque, termina na terça-feira (18).

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER