Fundação Ellen MacArthur emite diretrizes para reduzir impacto ambiental de jeans

A Fundação Ellen MacArthur emitiu novas diretrizes para diminuir o impacto que o fabrico de jeans tem no meio ambiente.


DR

A organização sem fins lucrativos anunciou "The Jeans Redesign", um conjunto de diretrizes que abrange durabilidade, saúde do material, reciclagem e rastreabilidade para garantir um produto mais ético. Estas diretrizes foram elaboradas com a ajuda de mais de 40 especialistas em jeans de diversas áreas.

Segundo as orientações, os jeans devem ser livres de produtos químicos perigosos e galvanoplastia convencional, e produzidos usando fibras de celulose a partir de métodos agrícolas regenerativos, orgânicos ou transicionais, bem como suportar um mínimo de 30 lavagens domésticas.

Gap, H&M, Lee e Tommy Hilfiger são apenas algumas das marcas que já aderiram à iniciativa, e os primeiros pares de jeans “redesenhados” devem ser lançados no próximo ano. As peças confecionadas de acordo com as diretrizes poderão exibir um logótipo especial.

"A maneira como produzimos jeans está a provocar enormes problemas com resíduos e poluição, mas isso não tem que ser assim", disse François Souchet, diretor da iniciativa Make Fashion Circular, da Fundação Ellen MacArthur. "Trabalhando juntos podemos criar jeans que duram mais, que podem ser transformados em novos jeans no final do seu uso, e feitos de uma maneira que seja melhor para o meio-ambiente e para as pessoas.”

Esta não é a primeira grande iniciativa ambiental da Fundação Ellen MacArthur. Em março, a organização destacou as marcas de moda e beleza que tratam da questão dos resíduos plásticos com o seu "New Plastics Economy Global Commitment”.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 AFP-Relaxnews. All rights reserved.

DenimIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER