×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de dez. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

G-III Apparel Group regista aumento nas vendas no terceiro trimestre e eleva previsões

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de dez. de 2018

Após um forte segundo trimestre, o grupo com sede em Nova Iorque G-III Apparel Group anunciou um aumento de 4, 7% nas suas vendas líquidas, que atingiram 1,07 mil milhões de dólares no terceiro trimestre, ante a 1,02 mil milhões de dólares no mesmo período do ano passado.


G-III regista boas vendas no terceiro trimestre e eleva as suas previsões - Facebook: DKNY

 
O grupo, que controla marcas como DKNY, Donna Karan, Vilebrequin e GH Bass, registou um lucro líquido de 94 milhões de dólares, ou 1,86 dólares por ação no terceiro trimestre, ante a 81,6 milhões de dólares, ou 1,65 dólares por ação diluída, no mesmo período do ano passado. Para Morris Goldfarb, CEO do grupo, esta recuperação está relacionada com o forte desempenho das atividades de atacado do G-III.

"Mais uma vez, demonstrámos uma grande capacidade de explorar as nossas cinco marcas internacionais. Os nossos produtos estão bem estabelecidos em todos os nossos canais de distribuição, prontos para a importante temporada de festas de fim de ano e acreditamos que terminaremos o ano muito bem", declarou Morris Goldfarb em comunicado.

Como resultado desta dinâmica trimestral, o G-III elevou as suas previsões para o ano fiscal, que irá encerrar a 31 de janeiro de 2019. A empresa prevê agora vendas líquidas de aproximadamente 3,08 mil milhões de dólares e um lucro líquido entre 132 e 137 milhões de dólares. Para o ano fiscal de 2019, a empresa esperava anteriormente aproximadamente 3,06 mil milhões de dólares em vendas líquidas e lucro líquido de 125 a 130 milhões de dólares.

O otimismo, no entanto, não é compartilhado pelos analistas financeiros e pela Bolsa de Valores dos Estados Unidos. As ações da empresa caíram mais de 15% após o anúncio dos resultados. O motivo? Vendas abaixo do esperado no retalho e, sobretudo, as incertezas relacionadas com o impacto das relações internacionais complexas entre os Estados Unidos e a China nos últimos meses. 

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.