×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
1 de jul. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Gap fecha todas as suas lojas no Reino Unido e Irlanda

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
1 de jul. de 2021

A Gap deixará de ter presença física no Reino Unido e na Irlanda, que constituíam o seu principal mercado na Europa. O grupo de moda americano (Gap, Banana Republic, Old Navy, Athleta) decidiu em outubro passado deixar de gerir diretamente as suas atividades no Velho Continente. A 30 de junho, a empresa anunciou que as suas 81 lojas localizadas no Reino Unido e na Irlanda fecharão as portas. Em França e em Itália, esta identificou parceiros locais que poderão continuar a operar a marca.


Gap - Gap


O grupo esclareceu que esta decisão não representa uma saída do Reino Unido e da Irlanda, uma vez que pretende manter a sua atividade online. O site britânico da Gap será, no entanto, gerido no futuro por um parceiro que ainda não foi nomeado.
 
No que diz respeito às lojas, os encerramentos ocorrerão com bastante rapidez, entre o final de agosto e o final de setembro. Um golpe para as artérias comerciais, mas também para o emprego. O número de postos de trabalho afetados por esta retirada não é comunicado pelo grupo, que especifica apenas que se prepara para lançar um processo de consulta com o seu pessoal.

Recorde-se que, em França, a Gap negociou com a Financière Immobilière Bordelaise, que através da sua entidade Hermione People & Brands (criada em torno das aquisições da Camaïeu e Go Sport), agora gere em regime franchise as 21 lojas francesas da Gap. 358 dos 372 funcionários franceses regressaram. Em Itália, o grupo diz que também entrou em negociações com um parceiro, que não foi revelado.
 
No exercício de 2020 (encerrado a 30 de janeiro de 2021), as vendas do grupo caíram 16%, para 13,8 mil milhões de dólares (11,6 mil milhões de euros). No retalho, as vendas online cresceram 54% num ano, enquanto a atividade nas lojas caiu 39%. A empresa com sede na Califórnia registou perdas líquidas de 665 milhões de dólares, em comparação com um lucro de 351 milhões gerado em 2019.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.