×
323
Fashion Jobs
SACOOR BROTHERS
Brand Manager (m/f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Porto
SALSA
Conversion Rate Optimization Specialist – Otimizar a Experiência de Compra no Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Specialist - Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager - Fulfilment Programs (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply / Fulfillment (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - HR Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager - Portugal
Efetivo · Lisbon
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de jul. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Givaudan regista queda no lucro no primeiro semestre apesar da recuperação das fragrâncias

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de jul. de 2022

A fabricante suíça de fragrâncias e perfumes, Givaudan, anunciou na quinta-feira (21 de julho), que obteve um declínio no lucro líquido do primeiro semestre devido à alta inflação de custos, apesar do aumento das vendas, em parte graças à recuperação das fragrâncias finas.

A Givaudan regista uma queda no lucro no primeiro semestre apesar da recuperação das fragrâncias - Reuters


O seu lucro líquido caiu 8,5% em relação ao primeiro semestre do ano passado, para 440 milhões de francos suíços (443 milhões de euros / 450 milhões de dólares), conforme informado em comunicado, apesar dos aumentos de preços aplicados para compensar a inflação das matérias-primas, transporte e energia.

No entanto, o seu volume de negócios aumentou 6,2% sem levar em conta os efeitos das taxas de câmbio e aquisições, e 8,3% quando convertido em francos suíços, superando os 3,6 mil milhões de francos suíços (3,67 mil milhões de euros). Este valor supera ligeiramente as previsões de analistas consultados pela agência suíça AWP, que esperavam uma média de 3,5 mil milhões de francos suíços (3,56 mil milhões de euros). No entanto, o lucro da empresa ficou aquém das expectativas, que eram de 472 milhões de francos suíços (480,56 milhões de euros).

Às 8h17 GMT, as ações caíram 1,60%, para 3.281,50 francos suíços (3.341 euros), enquanto o SMI, o principal índice de ações suíço, caiu 0,08%, apesar dos números que Jean-Philippe Bertschy, analista da Vontobel, chamou de "robustos".

"O desempenho deve ser visto no contexto das atuais tensões  na cadeia de suprimentos e dos ventos contrários significativos na China", disse o analista.

A divisão de Fragrâncias e Ingredientes de Beleza registou um aumento de vendas de 4,7%, excluindo efeitos cambiais e de aquisição, graças ao forte crescimento de volume em fragrâncias finas, um segmento duramente atingido pelo fecho de lojas e free shops nos aeroportos no início da pandemia.

As vendas de Fragrâncias Finas aumentaram 17,9% no primeiro semestre do ano, disse o grupo, que fabrica tanto fragrâncias para perfumistas como a Christian Dior e Prada como perfumes para lavanderia e produtos de cuidados pessoais.

As vendas de Aromas subiram 7,6% devido ao crescimento de dois dígitos em proteínas vegetais, ao aumento da procura por alternativas à carne e laticínios e ao crescimento de um dígito em ingredientes naturais.

A Givaudan confirmou os seus objetivos de médio e longo prazo. A empresa com sede em Genebra continua com o objetivo de crescimento orgânico nas vendas de 4% a 5%.
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.