Global Fashion Group teve aumento na receita do quarto trimestre

O Global Fashion Group, com sede no Luxemburgo, teve um forte aumento de quase 23% na sua receita no quarto trimestre. No acumulado do ano, o crescimento foi de quase 20%


Global Fashion Group

Mas, as margens de lucro da empresa foram prejudicadas devido ao investimento em promoções, bem como aos ajustes no mix de produtos para gerar lucros mais elevados a longo prazo.

Para facilitar as comparações, os dados das vendas do 4º trimestre da empresa excluíram o negócio da Namshi, uma vez que a Emaar Malls adquiriu 51% de participação nessa unidade.

A receita líquida do grupo foi de 328 milhões de euros e o valor líquido de mercadorias (NMV), que inclui as vendas do mercado, foi de 337,7 milhões de euros, um aumento de 23,7% numa base pro forma de moeda constante.

Isto impulsionou certamente a rentabilidade, com a margem EBITDA do trimestre a melhorar em 350 pontos base. Mas, o valor básico da margem de lucro bruto caiu no quarto trimestre em 4,4 pontos percentuais, em grande parte devido, como mencionado, ao “investimentos em preços para negociar com eficiência em todos os nossos mercados, bem como aos efeitos do mix de produtos”.

Esse impacto foi "mais do que compensado por iniciativas lucrativas e benefícios de escala, que proporcionaram a melhoria da lucratividade", disse a empresa.

Olhando para as unidades específicas do grupo, a retalhista de moda online Lamoda, que opera na Europa e na Ásia, teve uma receita líquida de 122,1 milhões de euros no trimestre, um aumento de 16,2% em moeda constante, e o NMV cresceu 11,9% para 116,1 milhões de euros.

A unidade sul-americana Dafiti apresentou receita líquida e crescimento de NMV em moeda constante de 18,2% e 22,1%, para 108,4 milhões e 113,6 milhões de euros, respetivamente. O resultado foi impulsionado pela campanha bem-sucedida da Black Friday no Brasil. A receita líquida e o NMV aumentaram para 365,2 milhões de euros, um aumento de 12,5%, mas, novamente, a margem de lucro bruto caiu devido ao investimento em preços competitivos em toda a região. O que incluiu eventos promocionais importantes, como as promoções da Black Friday e do Natal, bem como efeitos do mix de produtos.

A Zalora e a The Iconic, da região Australásia, apresentaram taxas de crescimento impressionantes no quarto trimestre, de 37,8% e 40,7%, respetivamente, com receita líquida de 97,1 milhões de euros e NMV de 108 milhões de euros em moeda constante, mas a margem bruta também foi prejudicada pelas promoções.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER