×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
18 de dez de 2020
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Gucci junta-se ao site de e-commerce de luxo da Alibaba

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
18 de dez de 2020

A Gucci, marca principal do grupo Kering, vai abrir duas lojas na plataforma de comércio online da Alibaba, sublinhando a importância do mercado chinês para as marcas de luxo fortemente afetadas pela crise do coronavírus.


A Gucci, marca principal do grupo Kering, vai abrir duas lojas na plataforma decomércio onlinedaAlibaba,sublinhando a importância do mercado chinês para as marcas de luxo afetadas pela crise do coronavírus - Photo prise le 19 septembre 2020/REUTERS/Tingshu Wang


A primeira das boutiques da marca Gucci, que comercializará vestuário e artigos de couro, será lançada a 21 de dezembro, disseram os dois grupos através de um comunicado conjunto divulgado na sexta-feira.

A segunda loja online irá disponibilizar produtos de beleza e será lançada em fevereiro de 2021.

A China é um dos poucos mercados onde as vendas das marcas de luxo aumentaram após o levantamento das medidas de confinamento instauradas para fazer face à crise sanitária causada pelo novo coronavírus.

De acordo com a consultora Bain, os clientes chineses deverão representar 50% das vendas do setor do luxo até 2025, em comparação com cerca de 35% antes da epidemia do novo coronavírus.

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.