×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
11 de out. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Gucci lança campanha contra casamento precoce

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
11 de out. de 2019

Todos os anos, 12 milhões de meninas com menos de 18 anos são forçadas a casarem-se em todo o mundo. A Gucci decidiu posicionar-se a este respeito e lançou na sexta-feira, 11 de outubro, Dia Internacional das Meninas, uma campanha de sensibilização contra o casamento precoce e forçado, intitulada #LetGirlsDream.
 

Campanha da Gucci para combater o casamento infantil - Chime.gucci.com


Como parte desta iniciativa, a marca de luxo que pertence ao grupo Kering uniu-se à cineasta paquistanesa Sharmeen Obaid-Chinoy, que ganhou dois Oscars pelos seus documentários sobre a violência contra as mulheres, e colaborou na produção da curta-metragem “Sitara”, que conta a história de Pari, uma jovem forçada a desistir do seu sonho de se tornar piloto devido a um casamento forçado.
 
Este projeto foi realizado através do "Chime For Change", o movimento de empoderamento feminino lançado pela Gucci em 2013. A marca explicou num comunicado que quer incentivar meninas de todo o mundo a realizarem os seus sonhos através da hashtag #LetGirlsDream ou do site LetGirlsDream.org.

A operação é realizada em parceria com a associação Equality Now, que trabalha desde 1995 para proteger e promover os direitos das mulheres em todo o mundo, e com a Girls Not Brides, uma coligação de quase 1200 organizações da sociedade civil que age para o fim do casamento infantil e para permitir que meninas alcancem todo o seu potencial.
 
Com esta plataforma, a Gucci quer aumentar a sensibilização sobre a questão dos casamentos precoces, convidando o público a posicionar-se e a pressionar a comunidade global. O site também irá disponibilizar a educadores de todo o mundo a curta-metragem “Sitara”, além de material para debates.

A marca de luxo não é a única a agir em prol das meninas. A francesa Chloé acaba de anunciar uma nova parceria global com a UNICEF "para promover a igualdade de meninas e meninos através de soluções inovadoras desenvolvidas com e para adolescentes a fim de os incentivar a destacarem-se no mercado de trabalho do futuro".
 
Através desta parceria de três anos, a Chloé apoiará a UNICEF no seu objetivo global de fornecer a 6,5 milhões de meninas as competências de empregabilidade, aprendizagem, capacitação pessoal e de cidadania ativa através de programas específicos na Bolívia, Jordânia, Marrocos, Senegal e Tajiquistão.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.