×
371
Fashion Jobs
JD SPORT
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Norteshopping
Temporario · Matosinhos
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Amoreiras - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
AMERICAN VINTAGE
Sales Assistant Part Time 10h (M/W)
Efetivo · LISBOA
AMERICAN VINTAGE
Sales Assistant Part Time 10h (M/W)
Efetivo · LISBOA
MAX MARA PORTUGAL
Luxury Sales Assistant - Max Mara Lisboa - 40h Semanais
Temporario · LISBOA
MAJE
Assistant Store Manager - Lisbon Amoreiras
Temporario · LISBOA
FARFETCH
Senior Production Support Agent – Fps
Efetivo · GUIMARÃES
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
15 de mar. de 2018
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Guillaume Henry sai da Nina Ricci

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
15 de mar. de 2018

A Nina Ricci terminou a sua relação com Guillaume Henry na quinta-feira, dando por terminado o seu papel como diretor criativo da histórica casa de moda parisiense.


Henry no desfile outono-inverno 2018 da Nina Ricci em Paris - © PixelFormula


A casa não renovou o contrato do designer, um acordo de três anos que terminou a 15 de março, o que significa que a Nina Ricci, com sede em Paris, efetivamente despediu Henry.
 
A casa confirmou que a próxima coleção Nina Ricci será criada por uma equipa de design interna. A Nina Ricci é uma das quatro casas de moda controladas pela família Puig, um alargado clã catalão que é o maior grupo de perfumes de Espanha. Os Puigs controlam as casas de moda da Paco Rabanne, Jean Paul Gaultier e Carolina Herrera. O grupo também supervisiona as licenças de fragrância da Valentino, Comme des Garçons e Prada.

"Após três anos de uma colaboração criativa mutuamente gratificante, a Nina Ricci e Guillaume Henry decidiram, em conjunto, que o designer abandonará a casa após a apresentação da coleção outono-inverno 2018/19", disse a Nina Ricci num comunicado, referindo-se ao seu último desfile, a 2 de março, no Hotel Potocki.
 
"Até à chegada de um novo diretor criativo, as próximas coleções serão desenhadas pelo Nina Ricci Studio", acrescentou.
 
Esta notícia era amplamente esperada. De há vários meses para cá, altos executivos da Puig têm ficado pouco impressionados com o desempenho de Henry na Nina Ricci.

No entanto, mesmo à data da sua coleção final para a casa, Henry negava inflexivelmente que estava prestes a sair da casa fundada em 1932.
 
"Não, não vou sair da Nina Ricci, e este não é o momento para falar sobre rumores, especialmente num dia de défilé!" insistiu Henry, com pouca credibilidade.
 
Henry chegou à Nina Ricci em 2015 como um aclamado jovem talento, depois de reavivar com brilhantismo a Carven, injetando um ar de despreocupação juvenil numa casa quase moribunda. No entanto, desde o início, a tentativa de Henry de injetar uma abordagem contemporânea no grande chic francês nunca chegou a ganhar forma. O designer sai, no entanto, depois de apresentar vários desfiles memoráveis ​​- sobretudo a sua coleção de outono de 2016, apresentada em março desse ano e dedicada às apaixonadas mulheres francesas, com sedutores vestidos negligée e vestidos cocktail em seda metálica.

Henry, que se formou na Duperré, a notável escola de arte do 3º arrondissement, passou pela Givenchy e Paule Ka antes de assumir o controlo criativo da Carven. Na Nina Ricci, sucedeu ao inglês Peter Copping.
 
A partida de Henry acontece apenas um mês após Carolina Herrera apresentar em Nova Iorque o seu último desfile como designer da casa que fundou em 1980. O seu sucessor já havia sido nomeado: Wes Gordon, que já tinha experiência a trabalhar na marca.

Herrera, no entanto, permanecerá na sua marca com um papel de embaixadora. Além disso, Herrera manteve-se 37 anos no cargo, enquanto Henry não chegou aos 36 meses.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.