H&M já recolheu quase 700 mil kg de têxteis em Portugal

Desde que lançou, em 2013, o seu programa global de recolha de roupa usada, o grupo H&M já recolheu 75 mil toneladas de têxteis. Desde o início do programa, os clientes portugueses já colaboraram com a iniciativa entregando nas lojas nacionais 668.458 quilos de roupa. 
 
Fotografia: © I:Collect

Em comunicado, o grupo sueco, a primeira empresa de moda a lançar um programa global de recolha de vestuário usado, revela que durante o ano de 2018 recolheu mais de 20 mil toneladas de têxteis, um aumento de 15% em relação ao valor alcançado em 2017 e um número que coloca a empresa mais próxima do seu objetivo: recolher 25 mil toneladas anuais até 2020.
 
A iniciativa lançada em 2013 pela empresa sueca permite que clientes de todo o mundo entreguem nas lojas do grupo têxteis de qualquer marca e em qualquer estado de conservação, que são posteriormente reutilizados e reciclados. Além de se evitar o despejo de roupa que já não é usada em aterros, este sistema “ajuda a preservar os recursos naturais ao dar à indústria da moda acesso ao que se considera cada vez mais um recurso valioso”, recorda a empresa.
 
No mesmo comunicado, a H&M revela estar “a trabalhar no sentido de um modelo de negócio circular, em que os têxteis usados são reutilizados e reciclados várias vezes” e a investir “em inovações que ajudam na transformação de roupa usada em roupa nova”. Paralelamente, o grupo sueco tem vindo apostar em diversas iniciativas com o objetivo “de encontrar uma forma de reutilizar e reciclar as fibras têxteis em maior escala”.
 
Para incentivar a entrega de roupa, até 24 de fevereiro a empresa está a premiar com cupões de desconto os clientes que adiram à iniciativa.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER