×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de out. de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

H&M apresenta máquina que recicla roupas usadas em loja

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de out. de 2020

Sair de uma loja com uma peça de roupa nova, fabricada no local a partir de uma t-shirt de algodão gasta que trouxemos, é a aposta da H&M, que apresentou uma novidade no domínio da circularidade. Em busca de uma moda mais responsável, a gigante escandinava do vestuário vai instalar uma máquina chamada Looop na sua loja de Estocolmo, tornando possível reciclar imediatamente uma peça de roupa que o cliente não deseje mais. Uma estreia mundial, segundo a empresa.


O objetivo é permitir que os clientes vejam as etapas de transformação da roupa - H&M


A partir de 12 de outubro, o ponto de venda Drottninggatan abrigará este novo tipo de laboratório, situado num contentor de vidro, através do qual o cliente pode acompanhar todo o processo de reciclagem. Esta máquina foi projetada em parceria com o Instituto de Investigação Têxtil HKRITA e a empresa de fiação Novetex Textiles, ambos de Hong Kong.
 
Concretamente, são necessários oito passos para confecionar um novo produto: primeiro, a roupa usada é lavada e depois desfiada em fibras, que são filtradas e cardadas para se obter um novo fio ao qual ainda são adicionadas novas fibras - de origem sustentável - para o fortalecer. De seguida, vem a etapa de tricotagem num novo artigo de pronto-a-vestir. Nem água nem produtos químicos são utilizados durante o processo, que dura algumas horas.


Quando as peças têxteis são desfiadas - H&M


A implementação desta solução tem também uma dimensão educativa para a marca, uma vez que permite “que os clientes vejam que os têxteis velhos têm valor e que nunca devem ser desperdiçados ou deitados fora”, pode ler-se num comunicado da empresa.
 
“Estamos constantemente a explorar novas tecnologias e inovações para ajudar a transformar a indústria da moda, enquanto trabalhamos para reduzir a dependência de recursos virgens”, acrescenta Pascal Brun, responsável pelo desenvolvimento sustentável na H&M. “Envolver os clientes é essencial para alcançar mudanças reais e estamos ansiosos por ver o que o Looop irá inspirar."


Os fios simples são dobrados e trançados para aumentar sua resistência - H&M


Para beneficiar desta solução inovadora de reciclagem, os clientes da marca em Estocolmo devem pagar 150 coroas suecas (14,4 euros), ou 100 coroas suecas (9,6 euros) se fizerem parte do programa de fidelização. A H&M especifica que todos os lucros gerados pelo serviço Looop serão destinados a projetos de pesquisa sobre a sustentabilidade dos materiais.

Por fim, a marca ainda não revela qualquer possível implementação noutras lojas da sua rede mundial. Mas, este sistema de reciclagem poderá em breve expandir-se, inclusivamente noutras cadeias de moda, uma vez que, como indica a H&M, a HKRITA irá conceder diversas licenças desta máquina para ajudar a indústria a tornar-se mais circular. “Para criar uma verdadeira mudança, todas as marcas precisam de ter acesso a tecnologias como o Looop”, conclui a H&M.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.