HUUB investe dois milhões e quer ser a Amazon da moda

A portuguesa HUUB anunciou um investimento de dois milhões de euros até 2020 para alargar a equipa e reforçar parcerias junto da Google e da Amazon, segundo explica em comunicado.



Além de reforçar a área de inteligência artificial com data scientist, a startup tech fashion portuguesa prevê contratar 30 pessoas, não só para a área de engenharia, mas também para as posições verticais de produto, da infraestrutura ou dos dados.

“O desafio passa por colocar todo o talento dos atuais e futuros colaboradores alocado aos serviços core da empresa, permitindo às equipas um contacto e influência direta nos vários produtos tecnológicos que integram o Spoke, plataforma de gestão de cadeia de abastecimento fashion criada pela startup”, expõe o comunicado.

Nascida há cerca de quatro anos com o objetivo de facilitar a vida às marcas de moda independentes nas vendas e no marketing, a HUUB utiliza modelos de otimização para aumentar a eficiência das operações logísticas que decorrem na rede de armazéns da empresa em Portugal e na Holanda, ao mesmo tempo que utiliza a tecnologia para criar insights de negócio que visam apoiar o crescimento das suas marcas.

A startup portuguesa está agora focada no desenvolvimento do conceito de plataforma assente em produtos tecnológicos ligados, mas independentes entre si, a partir de uma arquitetura de micro serviços que vai permitir à empresa escalar a solução e, “desta forma, centralizar e gerir a totalidade do fluxo físico e de dados, com o objetivo de otimizar todos os processos e acelerar o crescimento”, explica a nota que divulgou esta quarta-feira.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - DiversosIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER