×
279
Fashion Jobs
ADIDAS
Senior Controlling & Reporting Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
TIFFOSI
Area Manager (m/) - Zona Norte
Efetivo - CLT · Braga
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
M+RC NOIR
Production Manager
Efetivo - CLT · ESPOSENDE
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
THE AMAZING FRENCH COLONY
Fashion Designer Assistant
Estágio · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Trabalho temporário · LISBOA
ELSA GOES GREEN
Business Development
Estágio · ERICEIRA
CH CAROLINA HERRERA
Vendedores Eci Lisboa (36 h)
Trainee · LISBOA
CONFIDENCIAL
Stylist (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
SALSA
Conseiller(es) de Vente Avenue 83 Toulon 30h
Efetivo - CLT · Toulon
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Eci Lisboa - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Team Leader o2c Credit And Collections (m/ f) - German Speaker
Efetivo - CLT · Porto
PARFOIS
Interior Designer
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Tax Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior o2c Credit And Collections Specialist (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Gbs Process Manager s2p (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Oeiras Parque - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Oeiras
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Aveiro - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Aveiro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Figueira da Foz

Harpenne da River Island fecha

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de abr de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

À medida que a crise do Covid-19 continua, as marcas que não estão estabelecidas com segurança terão dificuldade em sobreviver, mesmo que sejam propriedade de grandes nomes. Por isso, não foi surpresa saber que a marca Harpenne, apoiada pela River Island, foi eliminada.

Antigos Next, M&S e George da marca Asda e executiva de desenvolvimento de produtos Fiona Lambert tinham lançado a etiqueta womenswear no ano passado para a temporada AW19. O financiamento foi feito pela empresa-mãe de River Island, mas a marca cessou agora a sua actividade.


Fecha Harpenne da River Island - Harpenne


A marca misturava estilos clássicos, com tendência para clientes mais velhos do que aqueles da River Island, e, consequentemente, associados à alta costura, sendo direcionados para marcas como a Sosandar e a Mint Velvet. Esta última, também controlada pela família fundadora da River Island, The Lewis Trust Group, encontra-se em melhor posição, tendo construído uma forte base de clientes nos oito anos de história, bem como múltiplas lojas, concessões e websites.

A Harpenne, que também respondeu ao pensamento cada vez mais ético dos seus clientes, com enfoque no sourcing ético, suspendeu a loja virtual no início da crise. Mas, acabou de confirmar agora que está a fechar definitivamente, uma vez que "o pano de fundo do retalho britânico continua a ser um desafio e este não é claramente um momento fácil para criar e fazer crescer uma nova marca".

Por enquanto, os seus produtos ainda podem ser comprados no site Next, embora não esteja claro quando será feita a entrega, uma vez que o site reabriu para já para roupa infantil e artigos para casa. Os artigos da marca foram, também, armazenados por John Lewis, mas nenhum produto Harpenne está atualmente visível no seu site.


A Harpenne misturava estilos clássicos, com tendência para clientes mais velhos - River Island


A analista Sofie Willmott da GlobalData confirmou que a sobrevivência teria sido difícil para a Harpenne, adiantando que estava "ainda na sua infância e a construir uma base de clientes fiéis". Já outras marcas de vestuário bem estabelecidas, como a Oasis, Warehouse, Cath Kidston e Laura Ashley (equivalentes mais pequenos e menos conhecidos), já vítimas da crise de COVID-19, estão sob imensa pressão e correm o risco de não sobreviver nos próximos meses, uma vez que a procura de vestuário e calçado continua a cair.

"Operando como um puro jogo online, bem como armazenando a gama nos sites Next e John Lewis & Partners, o encerramento da Harpenne é a prova de que vender através do canal online não é suficiente para salvaguardar os retalhistas. Embora as despesas com vestuário e calçado em linha estejam mais bem protegidas, uma vez que as lojas não essenciais continuam fechadas, continuamos a esperar que diminua 7,9% este ano, quando os retalhistas puderam anteriormente contar com os canais digitais para o crescimento".
 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.