Havaianas quer vestir as pessoas além dos chinelos

Mais do que chinelos de borracha, a Havaianas quer agora “vestir as pessoas dos pés à cabeça”. Nos próximos cinco anos, o objetivo é tornar-se uma marca de lifestyle, com diferentes produtos, sem perder o ADN da marca.


Cenas do filme de stop motion das Havaianas - Divulgação

Em entrevista ao site "O Ecco", do portal Sapo, líderes da marca na Europa explicaram que não querem sacrificar a autenticidade da marca para começar a produzir casacos de pelo ou botas de ski, num intuito de expandir mercado. Mas, reconheceram que a associação ao verão por vezes dificulta a operação da marca, principalmente em regiões como a Europa. 

Mesmo com os novos produtos, o forte da marca continua a ser os chinelos. Portugal é o país da Europa com maior venda de pares per capita. Por aqui, a marca começou com duas lojas exclusivas Havaianas, número que já cresceu para quatro.

Inovando na comunicação

De olho no público atento e nas oportunidades de comunicação das novas redes sociais, a Havaianas criou uma história em stop motion utilizando apenas imagens no Instagram Stories. Com mais de 90 ilustrações, o filme “Tap tap tap” utiliza o toque do utilizador no ecrã como o acelerador da sua animação. Ao serem tocadas pelo usuário, as imagens causam sensação de movimento dignas de um stop motion.

A história da curta-metragem desenvolve-se dentro do conceito global da marca, o de convidar todos a sentirem o espírito do verão brasileiro, independentemente da estação. Assim, o personagem principal passa de uma cinzenta rotina, com muitos afazeres e poucas pausas, para o ambiente convidativo de uma praia ensolarada e alegre, calçado com um par das sandálias originais do Brasil.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER