×
370
Fashion Jobs
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Alegro Alfragide (m, f)
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Gestor de Produção
Efetivo · PORTO
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Centro Comercial Vasco da Gama (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Braga Parque (m, f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
BA&SH
Sales Assistant - el Corte Ingles Porto
Temporario · PORTO
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Leiriashopping (m, f)
Efetivo · Leiria
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - Lojas do Porto (m, f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Senior Sales Assistant
Efetivo · LISBOA
BOUTIQUE DOS RELÓGIOS
Assistente de Vendas - Cascais
Efetivo · CASCAIS
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Barcelos - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Barcelos
MINGA LONDON
Fashion Photographer
Efetivo · GUIMARÃES
SALSA
Salsa Gerente de Loja – Grande Porto – Encontra Aqui a Tua Paixão
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Team Leader (m/f)
Efetivo · Braga
ESTÉE LAUDER
Finance Administrator (Part-Time)
Efetivo · LISBON
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Vasco da Gama - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
KLEED LOUNGEWEAR
Sales / E-Commerce / Customer Care Manager
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Porto - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Porto
ABSOLUTARGET
Ecommerce Assistant
Estágio · VILA DO CONDE
Publicidade
Por
Adnkronos
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
5 de mai de 2021
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Hugo Boss reduz perdas para 8 milhões no primeiro trimestre

Por
Adnkronos
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
5 de mai de 2021

A maison de moda alemã Hugo Boss reportou perdas de 8 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, uma melhoria de 57% em relação aos 18 milhões de euros – "números vermelhos" reportados um ano antes, devido ao impacto da pandemia e às medidas de contenção implementadas nos negócios.


As receitas da Hugo Boss aumentaram na região Ásia-Pacífico - Boss


As vendas da marca fundada em 1924 pelo empresário alemão Hugo Boss atingiram, entre janeiro e março do ano corrente, 497 milhões de euros, 10,4% abaixo do valor do primeiro trimestre do AF2020, com as receitas na Europa, Médio Oriente e África (EMEA) a baixar 18% para 299 milhões de euros e nas Américas a baixar 19% para 80 milhões de euros.

No entanto, as receitas da Hugo Boss na região Ásia-Pacífico aumentaram 36% em relação ao ano anterior no primeiro trimestre para 101 milhões. Por outro lado, as receitas de licenciamento da Hugo Boss ascenderam a 17 milhões, um valor 5% superior ao registado nos primeiros três meses de 2020.