×
279
Fashion Jobs
ADIDAS
Senior Controlling & Reporting Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
TIFFOSI
Area Manager (m/) - Zona Norte
Efetivo - CLT · Braga
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
M+RC NOIR
Production Manager
Efetivo - CLT · ESPOSENDE
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
THE AMAZING FRENCH COLONY
Fashion Designer Assistant
Estágio · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Trabalho temporário · LISBOA
ELSA GOES GREEN
Business Development
Estágio · ERICEIRA
CH CAROLINA HERRERA
Vendedores Eci Lisboa (36 h)
Trainee · LISBOA
CONFIDENCIAL
Stylist (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
SALSA
Conseiller(es) de Vente Avenue 83 Toulon 30h
Efetivo - CLT · Toulon
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Eci Lisboa - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Team Leader o2c Credit And Collections (m/ f) - German Speaker
Efetivo - CLT · Porto
PARFOIS
Interior Designer
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Tax Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior o2c Credit And Collections Specialist (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Gbs Process Manager s2p (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Oeiras Parque - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Oeiras
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Aveiro - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Aveiro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Figueira da Foz

Hut Group: Mais de 5 mil milhões de euros de estreia na bolsa de valores

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de jun de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Há especulações de que o gigante da beleza em rápida expansão, The Hut Group (THG), está a fazer uma flutuação na bolsa de valores. Um relatório, revelado no fim-de-semana, informou que o grupo tem estado a alinhar reuniões com alguns grandes investidores.

O Sunday Times relatou ter falado com Schroders, T Rowe Price e Fidelity.

Mas, o diretor financeiro, o empresário Matthew Moulding, seu fundador, negou os planos de um "carro alegórico", dizendo que a empresa contacta todos os anos com os "grandes investidores globais sobre investimentos futuros". Segundo consta, Moulding está interessado em manter o controlo sobre a empresa, embora uma cotação na bolsa de valores não o eliminasse necessariamente.


Há muito tempo que se diz que o Hut Group tem estado a analisar uma cotação na bolsa de valores - DR


Um rápido olhar sobre a Boohoo, onde os seus fundadores permanecem ao leme e com participações de controlo, mostra como as empresas dinâmicas podem prosperar no brilho total da cotação na bolsa de valores.

E, o THG, é certamente dinâmico com o referido jornal a assegurar que, apesar da negação, o rápido crescimento e subsequente valor estimado em 5 mil milhões de libras esterlinas (cerca de 5,5 mil milhões de euros) poderia ser demasiado para resistir.

O relatório também disse que vários retalhistas online que se encontram em mãos privadas, estão a ser encorajados a considerar uma cotação pública após o encerramento, acelerando ainda mais a mudança dos consumidores para o comércio electrónico que já estava a acontecer rapidamente antes do ataque pandémico.

O THG é visto como um candidato particularmente atraente para uma listagem, dado o seu rápido crescimento nos sectores de beleza e bem-estar, para os quais a Internet será ainda mais importante no futuro.


The Hut Group


Matthew Moulding construiu-o numa força maior, tanto em beleza como em e-tail, com uma forte reputação pela tecnologia e pela compra de marcas com grande potencial, tais como a Eyeko e Illamasqua. A empresa também possui marcas, como a Glossybox e Lookfantastic, e as vendas do grupo de £80 milhões (cerca de 88 milhões de euros), há uma década atrás, transformaram-se em £1,14 mil milhões (cerca de 1,25 mil milhões de euros) no ano passado, enquanto os ganhos subjacentes aumentaram em 11% para £111 milhões (cerca de 122 milhões de euros).

Até agora, a empresa tem sido apoiada pelas empresas de private equity, KKR e BlackRock, mais pelo ex-chefe da Tesco, Sir Terry Leahy. Também angariou quase mil milhões de libras esterlinas em dívida (quase 1.100 milhões de euros) e capital próprio no final do ano passado, com a empresa a afirmar que queria fazer mais aquisições.
 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.