×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de jul. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Il Bisonte continua corrida no Japão e concentra-se no digital

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de jul. de 2021

Comprada por 89 milhões de euros pela Look Holdings – a sua distribuidora licenciada no Japão, desde os anos 90 – a empresa artesanal Il Bisonte viu-se impulsionada em junho de 2019 para a nova dimensão de uma empresa cotada na Bolsa de Valores de Tóquio. Uma festa realizada à margem da Pitti Uomo em Florença – para celebrar o seu cinquentenário – ofereceu ao fabricante italiano de artigos de couro uma oportunidade de fazer um balanço deste novo capítulo da sua história.


As bolsas femininas constituem parte das vendas mais significativas da marca - Il Bisonte


"O ano de 2020 foi complicado para todos, mas conseguimos limitar os danos graças ao Japão, o nosso principal mercado que pesa 80% no nosso volume de negócios, e que cresceu 2% apesar da crise", explicou o diretor-geral Luigi Ceccon, que foi promovido para o cargo no ano passado, enquanto já exercia funções na empresa como diretor financeiro, responsável pelos Recursos Humanos e organização desde 2015.

A holding Il Bisonte – que incorpora para além dos ativos italianos todas as atividades comerciais internacionais, em particular as das 50 lojas que possui no Japão – alcançou um volume de negócios de 70 milhões de euros em 2020, limitando o declínio das vendas a -8%. Em contrapartida, a empresa italiana viu as suas vendas caírem de 36 milhões de euros em 2019 para 27 milhões de euros um ano mais tarde, registando um declínio de 25%.

"No entanto, fechámos o balanço com um excedente bruto de exploração e reduzimos a nossa dívida em 60%, de cinco milhões de euros para dois milhões de euros. Somos uma empresa saudável, que aspira a desenvolver-se de uma forma sólida", sublinhou o gestor.

"Por instigação dos nossos novos acionistas japoneses, revimos a organização da empresa em profundidade, acelerando a sua digitalização, tanto em termos de processos internos e gestão de stocks, como de comércio eletrónico, que mudou completamente, enquanto sectores como a Comunicação e o Marketing foram atualizados", disse Marianna Tomassi, diretora de Digital e Marketing.

"Investimos dois milhões de euros em tecnologia digital para entrar numa lógica real de gestão e organização digital, o que nos levou a mudar todo o nosso sistema. A ideia é dialogar diretamente com as lojas, sem intermediários", resumiu Luigi Ceccon. Entretanto, o site de comércio eletrónico da marca Il Bisonte viu as suas vendas crescerem 10% em 2020.


O projeto concebido por Felice Limosani para o 50.º aniversário da marca - Il Bisonte


A marca, que fora do Japão opera 10 boutiques – em cidades chave como Paris, Nova Iorque, Milão, Florença, Roma, Taipé, Seul e Hong Kong – prefere deixar de lado a Grande China por enquanto para se concentrar na Europa e nos EUA, com ênfase na distribuição multicanal.

Também renovou a sua oferta, propondo uma linha "Contemporânea" ao lado da sua coleção Heritage, que reúne as peças mais emblemáticas da sua história, onde os modelos clássicos são revisitados com um espírito mais fresco e contemporâneo. A ideia é também concentrar-se nas bolsas masculinas e em pequenos artigos de couro, a fim de reequilibrar as vendas principalmente femininas.

 "Florença continua a ser central. Todos os nossos produtos são feitos aqui ou numa rede de 30 quilómetros", recordou o diretor-geral. A marca italiana Il Bisonte mantém-se assim presente em Florença com a sua sede e showroom no Palácio Corsini, bem como em Pontassieve, localizada às portas da cidade, onde a marca tem dois locais de produção: o seu centro criativo e o seu centro logístico. É aqui que os famosos sacos de pele de vaca são feitos por artesãos locais.

Fundada por Wanny di Filippo em 1970, a empresa teve de adiar durante um ano as celebrações do seu 50.º aniversário, devido à pandemia de COVID-19. Para a ocasião, decidiu doar 50 carvalhos à cidade de Florença, plantando-os sob a forma de uma estrela através de um projeto concebido pelo artista multidisciplinar local, Felice Limosani, no parque de San Donato. "Um projeto, que representa os valores da empresa e o seu desejo de contribuir para a mudança positiva do planeta em sinal da sustentabilidade", afirmou Il Bisonte num comunicado de imprensa.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.