×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Imprensa belga destaca vanguardismo e sustentabilidade da nossa ITV

Por
Jornal T
Publicado em
today 13 de dez de 2018
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Inovação, vanguardismo e sustentabilidade – foram os três grandes fatores que a imprensa belga isolou como caraterísticas fundamentais da indústria têxtil e do vestuário portuguesa, que esteve com assinalável êxito em Bruxelas no final da passada semana, numa mostra organizada conjuntamente pela ATP e a AICEP.


Inovação, vanguardismo e sustentabilidade da ITV nacional


A mostra pretendeu dar a conhecer “a moda sustentável portuguesa e convencer os investidores belgas a investirem em Portugal”, refere o jornal Brussels Express, que dá voz a Paulo Vaz, diretor geral da ATP: ”o objetivo da nossa visita é reforçar a comunicação externa de um dos setores mais dinâmicos e exportadores da economia portuguesa. Hoje, as nossas empresas são reconhecidas por seu know-how, criatividade, flexibilidade, serviço e forte compromisso com a sustentabilidade ”, explicou, citado por aquela publicação.

Fashion from Portugal 4.0 é a nova campanha para os próximos anos e a Bélgica é convidada a explorar esta oportunidade. “Em 2016 e 2017, concentrámos a nossa atenção em quatro mercados principais: Alemanha, Espanha, países nórdicos e Estados Unidos. A excelência do projeto anterior excedeu todas as expectativas e foi reconhecida publicamente quando recebeu o European Enterprise Promotion Award (EEPA). Queremos reforçar nossas posições nesses mercados e investir em novos. Ou seja, na Bélgica ”, continuou Paulo Vaz.
O jornal citou também Maria Manuel Branco, diretora do AICEP em Bruxelas: “estamos à disposição para ajudar qualquer empresa portuguesa interessada em conhecer o mercado belga”.

O Brussels Express destacou ainda a presença de várias empresas, designers e investidores belgas e salientou o trabalho coordenado entre as duas entidades organizadoras e a Embaixada de Portugal na Bélgica, liderada pelo embaixador António Alves Machado.

“O público de Bruxelas teve a oportunidade de assistir a um evento ‘Moda Sustentável de Portugal: Encontro com o Mercado Belga’. O objetivo do evento foi apresentar alguns dos mais recentes desenvolvimentos da indústria e a crescente tendência de sustentabilidade ao longo de toda a cadeia de valor da moda em Portugal, mas também mostrar exemplos concretos de designers de moda portugueses”, escreve por seu turno o jornal We Love Brussels.

“A indústria têxtil em Portugal está na vanguarda da mudança que está a acontecer no mundo da moda. Os recursos são limitados e as expectativas dos consumidores estão a crescer, uma vez que cada vez mais consumidores exigem produtos ecologicamente comprometidos. Isso cria um fardo para a indústria, mas também oportunidades – que é exatamente onde a indústria têxtil em Portugal decidiu deixar a sua marca. Com foco em oportunidades e inovação, pode-se afirmar que a tecnologia e a sustentabilidade representam dois grandes fatores que diferenciam a indústria da moda portuguesa”, salienta aquela publicação.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.