×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Impulsionada pelo sucesso dos seus produtos, Hermès melhora ainda mais a sua margem

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 12 de set de 2018
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Paris, AFP - O grupo de luxo Hermès melhorou ainda mais o seu nível de margem no primeiro semestre, para 34,5%, enquanto o seu lucro líquido aumentou mais do que o esperado, graças ao sucesso dos seus produtos em todas as regiões do mundo. "A Hermès conseguiu um excelente desempenho no primeiro semestre", disse o presidente Axel Dumas na quarta-feira, destacando "um modelo sólido num contexto global que permanece incerto e instável".


Hermes (Resort) - primavera-verão 2019 - Coleção Cruise - Paris - © PixelFormula


O lucro líquido da empresa de artigos de couro foi de 708 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, um aumento de 17% em relação ao ano anterior e superior às previsões das agências Factset e Bloomberg, que esperavam 656 milhões de euros.
 
Famoso pelos seus lenços de seda e pelas carteiras Kelly e Birkin, o grupo já havia publicado no final de julho as vendas semestrais, que se fixaram nos 2,8 mil milhões de euros, o que representa uma progressão de 5,2% em dados publicados e de 11,2% em orgânico.

Nessa ocasião, Axel Dumas havia alertado que se esperava um resultado operacional corrente "próximo do nível recorde atingido no primeiro semestre de 2017" - durante o qual a margem operacional se situou em 34,3% das vendas.
 
Na quarta-feira, a Hermès anunciou uma margem operacional de 34,5%, muito próxima dos 34,6% alcançados no conjunto do exercício de 2017.

O grupo, que ingressou em junho na CAC 40, não apresenta previsões de números, mas indica que "a médio prazo, apesar do aumento das incertezas económicas, geopolíticas e monetárias no mundo”, confirma “um objetivo de progressão do volume de negócios a taxas constantes ambiciosas".

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.