Inditex realiza 12% das vendas através de e-commerce

O grupo Inditex, proprietário de cadeias como Zara ou Massimo Dutti, gera através da internet 12% do total das vendas registadas nos países nos quais opera online, que atualmente ascendem a 49, informou na terça-feira o seu presidente-executivo, Pablo Isla, diante da Assembleia de Acionistas.


Padlo Isla - Assembleia de Accionistas da Inditex 2018

Durante a sua intervenção, Isla atribuiu o sucesso da empresa a dois eixos estratégicos: a sua capacidade de reagir durante a campanha e renovar constantemente a sua oferta e a abordagem integrada entre lojas físicas e plataforma online.

Graças a esta postura, defendeu, o maior grupo têxtil do mundo conseguiu que as suas vendas crescessem de forma "sustentada" e que, nos últimos cinco exercícios, acumulassem um aumento de 59%.
 
O executivo da Inditex lembrou que as vendas do grupo através da internet aumentaram 41% no ano fiscal de 2017, encerrado em fevereiro, e representaram 10% do volume de negócios total, dados que a empresa revelou pela primeira vez durante a apresentação de contas em março.

A estes números Isla acrescentou um novo: as vendas através da internet representam já 12% das vendas totais nos 49 mercados nos quais a empresa opera online.

O executivo destacou que as vendas comparáveis do grupo de lojas que estão abertas há mais de um ano (que inclui online) aumentaram 5% em 2017 e 36% nos últimos cinco anos.

Estes dados, apontou Isla, mostram "o que a empresa é capaz de crescer organicamente, sem novas aberturas”. “Demonstra de forma clara e significativa a saúde de uma empresa."

Por outro lado, o responsável afirmou que o grupo continuará a investir para garantir que continua com um crescimento rentável nos próximos exercícios, especialmente nas áreas de tecnologia, logística, rede de lojas e expansão online.

Neste sentido, Isla realçou que, no ano passado, a Inditex investiu 1800 milhões de euros, valor que nos últimos cinco anos ascendeu a 8 mil milhões de euros e que se prevê que no exercício em curso ronde os 1500 milhões.

Traduzido por Estela Ataíde

© EFE 2018. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.

Moda - Pronto-a-vestirModa - DiversosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER