Indústria da contrafação vale mais de 460 milhões

As marcas de moda estão entre as mais falsificadas do mundo. Cálculos da OCDE e do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia indicam que a contrafação é uma indústria que valerá mais de 460 milhões de dólares. As marcas norte-americanas são as mais falsificadas e quase 70% dos produtos falsificados tem origem na China, indicam os mesmos cálculos.


Entre as mais falsificadas está a marca norte-americana de roupa North Face, mas também a Levi’s, Polo Ralph Lauren, Michael Kors, a britânica Burberry, Gucci, Chanel, Hermès ou Louis Vuitton. Também as desportivas Nike ou Adidas, a joalharia de luxo da Tiffany e Cartier, o calçado e acessórios da Coach, ou os óculos da Ray Ban se contam entre os alvos preferidos dos falsificadores.

Se bem que sejam os alvos preferidos e os mais visados, as peças de moda e acessórios não são, no entanto, um exclusivo dos falsificadores. Entre os produtos mais contrafeitos estão também alguns medicamentos, com os comprimidos Viagra e Cialis à cabeça. Também o Lipitor, um medicamento para baixar o colesterol, e é constantemente falsificado.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER