Indústria da moda italiana espera crescimento estagnado em 2019

A indústria da moda italiana espera que a sua receita fique estagnada este ano, com crescimento de apenas 0,1%, muito longe da taxa média de crescimento anual de 3% que o país alcançou na última década e que espera recuperar em 2020.


Ver o desfile
Prada - outono -inverno2019 - Moda feminina - Milão - © PixelFormula

A moda é o setor de exportação mais importante de Itália, lar de empresas como Prada, Gucci, Armani, Dolce & Gabbana e Salvatore Ferragamo. Cerca de 75% do seu volume de negócios é gerado no estrangeiro.

"Foi um ano difícil, pressionado por um ambiente internacional desfavorável. No próximo ano, esperamos regressar à taxa de crescimento a que estamos habituados", declarou Carlo Capasa, presidente da Câmara Nacional da Moda Italiana, na quinta-feira (5).

Os grupos de moda do país culparam as tensões relacionadas com o conflito comercial entre os Estados Unidos e a China, as preocupações com o Brexit e os protestos de Hong Kong pela queda nas vendas.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 All rights reserved.

TêxtilLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - CalçadosLuxo - DiversosIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER