×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
24 de jan. de 2023
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Inter Parfums regista recorde de vendas no quarto trimestre e um crescimento anual de dois dígitos

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
24 de jan. de 2023

A Inter Parfums Inc. anunciou  na segunda-feira um crescimento de dois dígitos na receita do ano completo de 2022, graças às vendas recorde do quarto trimestre da fabricante e distribuidora global de perfumes.


MCM


A empresa com sede em Nova Iorque indica que as vendas líquidas atingiram um recorde de 311 milhões de dólares nos três meses encerrados a 31 de dezembro, um aumento de 47% em relação aos 211 milhões de dólares obtidos no quarto trimestre de 2021. A  taxas de câmbio comparáveis, as vendas líquidas consolidadas do quarto trimestre aumentaram 57%.
 
Da mesma forma, para o ano inteiro, as vendas líquidas aumentaram para 1,087 mil milhões de dólares, uma subida de 24% em relação aos 880 milhões de 2021 e ligeiramente acima da previsão mais recente da empresa de 1,08 mil milhões de dólares. A taxas de câmbio comparáveis, as vendas líquidas consolidadas de 2022 aumentaram 30% em relação a 2021.

Jean Madar, presidente e CEO da Inter Parfums, declarou: "Como já dissemos no início deste mês, o quarto trimestre de 2022 foi excecionalmente bom, marcando o início do melhor ano da nossa história. No último trimestre do ano, as nossas quatro principais marcas - Montblanc, Jimmy Choo, Coach e Gues - aumentaram as suas vendas em 50, 78, 82 e 28%, respetivamente, em comparação com o mesmo período do ano passado."

"Muitas das nossas outras marcas de perfumes também alcançaram um excelente crescimento trimestral comparável. Nas nossas operações nos Estados Unidos, a Oscar de la Renta e a Abercrombie & Fitch aumentaram as vendas em 28 e 16%, respetivamente, enquanto na Europa, Moncler, Kate Spade e Boucheron geraram ganhos trimestrais comparáveis de 34, 140 e 25%, respetivamente."
 
Para 2022 como um todo, a empresa disse que as operações europeias tiveram um aumento de vendas de 26% em euros, ou 12% em dólares.

Madar continuou: "Os ganhos de um ano para o outro, tanto em euros como em dólares, são ainda mais impressionantes quando temos em conta que o nosso novo portefólio de produtos foi dominado por flankers e extensões. No entanto, lançámos várias linhas completamente novas, como o nosso primeiro duo Moncler, Sparkle da Kate Spade, Singulier da Boucheron e Open Road e Wild Rose da Coach.”
 
A empresa destacou que as suas vendas nos Estados Unidos cresceram 58% impulsionadas pelas suas novas marcas, Donna Karan e DKNY, que assumiu em agosto e que contribuíram com 14% para o aumento das suas vendas, além da continuidade das vendas das linhas já consolidadas.

"O nosso crescimento comparável de 47% no restante do portefólio reflete os lançamentos de Uomo by Guess e Alibi by Oscar de la Renta, além de inúmeras extensões para marcas de médio porte, e o sucesso contínuo da Ferragamo, que completou o seu segundo ano connosco durante o quarto trimestre.”

Nos Estados Unidos, irá estrear a sua primeira fragrância masculina para a MCM, bem como novos flankers para as coleções mais populares da DKNY Be Delicious, Ferragamo, Guess, Oscar de la Renta, Abercrombie & Fitch e Anna Sui.
 
A empresa também reiterou a sua previsão de vendas de 1,15 mil milhões de dólares para o ano inteiro de 2023, o que implica um lucro por ação diluída de 3,75 dólares para os 12 meses.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.