×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
4 de mar. de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Interparfums anuncia um crescimento de 12% na receita anual, mas reduz previsões devido ao COVID-19

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
4 de mar. de 2020

Após anunciar em janeiro o recorde anual de vendas, a empresa internacional de perfumes Inter Parfums, Inc. (Interparfums) divulgou um aumento nos lucros anuais de 12%, mas restringido as previsões para 2020 devido ao surto de coronavírus.


O perfume “Dreams" da Coach chegou ao mercado este ano- Foto: Interparfums - Coach

 
O lucro da empresa no ano fiscal de 2019 totalizou 60,2 milhões de dólares, acima dos 53,8 milhões de dólares do ano anterior, enquanto os lucros por ação diluída aumentaram 11,1% ano após ano, de 1,71 para 1,90 dólares.

No quarto trimestre encerrado a 31 de dezembro de 2019, o lucro líquido da Interparfums foi de 8,2 milhões de dólares, representando um aumento de 1,8% em relação aos 8 milhões obtidos no mesmo período do ano anterior, enquanto que o lucro diluído por ação permaneceu em 0,26 dólares.

Como reportado anteriormente, as vendas do grupo de fragrâncias totalizaram no ano todo 713,5 milhões, 5,6% acima dos 675,6 milhões, com a receita do quarto trimestre aumentando 0,3% de 177,2 milhões para 177,8 milhões.
 
Ao longo do ano, a região que registou maior crescimento foi o Médio Oriente, mercado em que as vendas anuais aumentaram 22,4% em relação a 2018. A América do Norte, principal mercado da empresa, também obteve bons resultados, com um aumento de 11,4%, enquanto a Europa Ocidental registou crescimento de 2,6% e a Europa Oriental +4,7%.

As notícias foram menos positivas na Ásia, onde as vendas caíram em dólares, mas alcançaram um pequeno aumento em moeda constante, e na América Central e do Sul, onde as instabilidades política e social afectaram as receitas da empresa.
 
"As bases do nosso negócio continuam fortes", afirmou o vice-presidente executivo e diretor financeiro da Interparfums, Russell Greenberg. “No entanto, como na maioria das empresas que fazem negócios em todo o mundo, o coronavírus também afeta o nosso… Como resultado das tendências que observamos recentemente, como a redução significativa no tráfego de viagens aéreas e de consumidores em áreas importantes para compras e turismo, adiamos alguns lançamentos para o final do ano e, portanto, tivemos que revisar as nossas previsões para 2020".
 
A Interparfums espera agora que o lucro líquido deste ano fique em linha com o obtido em 2019. Anteriormente, a empresa estimava um lucro por ação anual de cerca de 2,00 dólares, com vendas líquidas de aproximadamente 742 milhões de dólares para o ano fiscal de 2020. No entanto, a empresa afirmou que, se o impacto do coronavírus continuar além dos primeiros meses do ano, essas previsões poderão estar sujeitas a alterações adicionais.
 
Apesar dos atrasos mencionados, o calendário de lançamentos da Interparfums para 2020 já está em andamento e, no início do ano, foram lançadas as fragrâncias "Dreams" da Coach e "L'Homme Rochas”. Montblanc, Guess e Hollister também lançarão perfumes nos próximos meses, assim como Kate Spade, Jimmy Choo e Anna Sui, que o farão mais para o final do ano.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.