×
582
Fashion Jobs
LION OF PORCHES
Editor de Imagem (m/f)
Efetivo · PORTO
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Services Specialist Gbs - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Marketplace Business Developer
Efetivo · Alicante
BIJOU BRIGITTE MODISCHE ACCESSOIRES AG
International Expansion Manager Spain/Portugal
Efetivo · LISBOA
TIFFOSI
Comprador Denim (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct-tO-Consumer Ecommerce (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
UK HR Specialist (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Consultant - Sac/bW-Ip/Fico (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - Non-Trade Procurement
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo/Ibp (Snp/Supply) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Junior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
Por
Agência LUSA
Publicado em
13 de set. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Investimento de 12 milhões de euros para criar unidade de canábis medicinal em Figueiró dos Vinhos

Por
Agência LUSA
Publicado em
13 de set. de 2021

O grupo Hoshi Internacional está a construir uma unidade industrial para plantação de canábis medicinal e fábrica de extração no concelho de Figueiró dos Vinhos, distrito de Leiria, num investimento superior a 12 milhões de euros.


Archiv


Numa resposta escrita enviada à agência Lusa, o grupo refere que a unidade vai ocupar aproximadamente 50 mil metros quadrados, acomodando até 15 mil metros quadrados de estufa de alta tecnologia, uma unidade de processamento de cinco mil metros quadrados e uma área de cultivo ao ar livre.

No local, vão ser investidos mais de 12 milhões de euros, sendo 75% financiado pela Hoshi Internacional e 25% pelo Portugal 2020. O promotor é a Emeraldestiny, Lda., empresa detida 100% pelo grupo.

Antecipando “a contratação de dezenas de pessoas com as competências necessárias, bem como a formação de pessoas na comunidade local que já tenham experiência agrícola”, o grupo garante que “haverá, naturalmente, oportunidades de emprego disponíveis numa série de áreas”.

As operações vão ter início em abril de 2022 e, embora a capacidade de produção da futura unidade seja significativa, esta aumentará à medida do crescimento do mercado na procura de flores secas, óleo ou derivados para cosmética, pelo que, neste momento, “é muito difícil” estimar quantidades.

O grupo justifica a escolha daquele concelho do norte do distrito de Leiria com as condições climatéricas, terra abundante e água que fazem do concelho “um local ideal para o cultivo de canábis”, assinalando ainda o apoio da Câmara de Figueiró dos Vinhos, assim como da população local.

Sobre as dificuldades em concretizar este projeto, a Hoshi Internacional nota que a “burocracia portuguesa não criou desafios significativos”, mas a pandemia de covid-19 “tem causado problemas e atrasos devido às restrições de viagens”.

O grupo adianta que a sua presença no país ajudará a torná-lo “como o principal Estado de canábis medicinal da União Europeia em termos de produção”, destacando que “o projeto está, também, a atrair milhões de euros em investimento estrangeiro, criando muitas oportunidades de emprego de longo prazo, e, naturalmente, gerando receitas fiscais” para Portugal.

A Hoshi International foi criada em 2018, no Canadá. “É uma empresa de canábis medicinal focada exclusivamente no mercado europeu”, esclarece, acrescentando que foi fundada por empresários com experiência na indústria da canábis que são pioneiros na indústria no Canadá, “o primeiro país do G7 [grupo dos países mais industrializados do mundo] a legalizar a canábis em todo o mundo”. Quer ser o principal fornecedor de canábis medicinal e produtos derivados para o mercado europeu emergente.

De acordo com o seu sítio na internet, a Hoshi Internacional está já presente, na Europa, em Malta, Polónia, República Checa, Reino Unido e Alemanha, com a empresa a garantir que está a “explorar ativamente possibilidades noutros países”.

Questionado sobre as razões de o foco estar na Europa, o grupo sustenta que este continente “está destinado a ser o maior mercado mundial de canábis medicinal”.

Segundo a Câmara de Figueiró dos Vinhos, o investimento está a ser desenvolvido na freguesia da Aguda.

“O Município de Figueiró dos Vinhos deu desde início um apoio direto ao processo de instalação no âmbito da estratégia de captação de investimento privado para o concelho”, refere.

O apoio foi em “contacto direto e personalizado, visando encontrar espaços de instalação adequados (neste caso, com as especificidades ligadas ao tipo terreno), apoio técnico nos processos de licenciamento junto das entidades competentes, aprovação de instalação na incubadora do Centro Investe para desenvolvimento da ideia de projeto e articulação com entidades regionais em questões relevantes relacionadas com a concretização do projeto de investimento”, explica.

SR // SSS (LUSA)

Copyright © 2021 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.