×
581
Fashion Jobs
LION OF PORCHES
Editor de Imagem (m/f)
Efetivo · PORTO
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Services Specialist Gbs - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Marketplace Business Developer
Efetivo · Alicante
BIJOU BRIGITTE MODISCHE ACCESSOIRES AG
International Expansion Manager Spain/Portugal
Efetivo · LISBOA
TIFFOSI
Comprador Denim (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct-tO-Consumer Ecommerce (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
UK HR Specialist (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Consultant - Sac/bW-Ip/Fico (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - Non-Trade Procurement
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo/Ibp (Snp/Supply) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Junior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de abr. de 2019
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

J.Crew considera IPO da Madewell e nomeia CEO provisório

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de abr. de 2019

O grupo de moda J.Crew, que atualmente enfrenta dificuldades financeiras, anunciou que está a considerar a entrada em bolsa da sua marca Madewell e informou que Michael J. Nicholson assumirá provisoriamente e com efeito imediato a função de CEO da empresa.


Os bons resultados da Madewell destacam-se no portefólio da J.Crew - Instagram: @madewell


De acordo com a J.Crew, o IPO está a ser avaliado pelos seus consultores jurídicos e financeiros como uma opção entre várias “alternativas estratégicas para maximizar o valor da empresa”. Se for adiante, pode ser concluído no segundo semestre de 2019.
 
“Acreditamos que um IPO da Madewell, que teve outro ano recorde de desempenho em 2018, poderia gerar valor e lucro significativos que fortaleceriam o nosso balanço patrimonial e aumentariam a nossa flexibilidade financeira global para atender aos nossos vencimentos de dívida de 2021, fornecendo-nos uma plataforma melhor para dar suporte à recuperação da J.Crew e permitir que a Madewell atinja todo o seu potencial a longo prazo”, explicou Michael J.Nicholson, o novo CEO provisório da J.Crew, num comunicado.
   
Michael J. Nicholson ingressou na empresa como presidente e diretor de operações em 2016 e também atuou como diretor financeiro até agosto de 2017. Antes disso, trabalhou durante oito anos na retalhista de moda feminina Ann Inc., onde foi vice-presidente executivo, diretor de operações, diretor financeiro e tesoureiro. O executivo trabalhou anteriormente em empresas como Limited Brands, Victoria's Secret Beauty Company, Colgate Palmolive e Altria Group. 

Na sua nova posição, substituirá a equipa formada por quatro executivos - da qual ele próprio era membro -  criada após a surpreendente saída de Jim Brett da empresa em novembro do ano passado, após apenas 17 meses como CEO. Entre os outros membros da equipa, a diretora administrativa Lynda Markoe e a presidente da Madewell Libby Wadle continuarão a desempenhar as suas funções atuais. O diretor de experiência, Adam Brotman, entretanto, deixará o seu cargo a 19 de abril de 2019 por motivos pessoais.
 
Tanto Wadle, como Nicholson, reportarão diretamente ao conselho de administração da empresa, que ganhou um novo membro na quarta-feira passada: o sócio e co-diretor da TPG Capital, Jack Weingart, em substituição de Carrie Wheeler, que, por sua vez, deixou o conselho da J.Crew após oito anos. Jack Weingart traz a sua experiência como sócio-diretor do Funding Group e diretor executivo da Goldman, Sachs & Co. para a sua nova função.
 
A J.Crew registou prejuízo de 120,1 milhões de dólares e receita de 248 milhões de dólares no ano fiscal de 2018, quando as tentativas de relançar e reposicionar a sua marca homónima provaram ser amplamente mal sucedidas. Em última análise, o aumento de 5% na receita anual da empresa foi possível graças ao crescimento de 26% da marca Madewell, já que as vendas da marca J.Crew caíram 4%.
 
No final do mês passado, a Reuters informou - citando fontes familiarizadas com o assunto - que o grupo, que atualmente conta com uma rede mais de 500 lojas, recorreu a advogados de reestruturação de dívida pela segunda vez em dois anos.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.