×
381
Fashion Jobs
JD SPORT
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
FARFETCH
Partner Service Specialist (Italian Speaker)
Efetivo · PORTO
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador Denim (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Norteshopping
Temporario · Matosinhos
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Amoreiras - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
AMERICAN VINTAGE
Sales Assistant Part Time 10h (M/W)
Efetivo · LISBOA
AMERICAN VINTAGE
Sales Assistant Part Time 10h (M/W)
Efetivo · LISBOA
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
15 de jun. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

J.Crew Group reabre mais 171 lojas

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
15 de jun. de 2020

O J.Crew Group, retalhista americana multimarca, multicanal e especializada, declarou sexta-feira (12 de junho) que está a reabrir mais 171 lojas, ainda encerradas temporariamente em vários locais do Globo, devido à pandemia de COVID-19. 

Até sexta-feira, o retalhista reabriu 315 lojas, incluindo as das marcas J.Crew e Madewell, o que representa 64% da sua frota total de lojas. O grupo J.Crew iniciou, em maio, uma reabertura faseada das suas cerca de 500 lojas, espalhadas por quase 100 países. Contudo, ainda se encontra em processo de desconfinamento faseado, seguindo as regras mundiais, no caso dos CDC (Centers for Disease Control and Prevention). 


Grupo J.Crew reabre mais 171 lojas - Facebook: Madewell


Numa declaração, a empresa afirmou que está "a adoptar uma abordagem cuidadosa e deliberada na reabertura das suas lojas para assegurar a implementação integral de protocolos de segurança adequados, de acordo com as directrizes dos CDC e regulamentos governamentais para proteger os seus clientes, associados e comunidades locais". 

O grupo J.Crew reempregou a maioria dos seus colaboradores de loja, em regime de licença, bem como adicionou cerca de 400 posições no seu centro de distribuição de Lynchburg, VA, que apoia os negócios de comércio electrónico do grupo J.Crew. A empresa tem experimentado uma dinâmica contínua de vendas online que foi aumentando mesmo antes de as lojas terem sido encerradas durante a pandemia.

Ainda assim, dezenas de lojas J.Crew poderão fechar definitivamente, em resultado do processo de falência em curso.

De facto, como parte da sua reorganização, o grupo J.Crew disse, sexta-feira (12), que apresentou uma notificação ao Tribunal de Falências dos EUA para rejeitar 67 locações de lojas, a menos que consiga chegar a melhores condições com os proprietários.

"O J.Crew Group continua a ter discussões produtivas com os senhorios, sobre as condições de arrendamento, que irão reforçar ainda mais a sua estratégia de optimização imobiliária", disse a empresa em comunicado.


O grupoJ.Crew enfrentava pressões financeiras antes da crise de COVID-19


A cadeia, com sede em Nova Iorque, pediu a proteção de falências no início do mês passado, sendo que o retalhista já enfrentava pressões financeiras antes da crise de COVID-19.

O J.Crew abriu a sua primeira loja, no centro de Manhattan, em 1989. Após muitos anos de expansão nos EUA e no estrangeiro, a empresa abriu o capital na Bolsa de Valores de Nova Iorque em 2006. 

O J.Crew foi então levado para o mercado privado, em 2011, pela TPG e Leonard Green & Partners, numa compra alavancada de aproximadamente 3 mil milhões de dólares (cerca de 3,5 mil milhões de euros). 
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.