×
701
Fashion Jobs
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Direct-tO-Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - Spanish Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Non-Trade Procurement Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Apparel Buyer
Efetivo · Alicante
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo (m, f)
Efetivo · Lisboa
MINGA LONDON
Digital Marketeer
Efetivo · GUIMARÃES
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - c. Comercial Norteshopping (m, f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
Publicado em
25 de out. de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

JITAC : embaixada de 14 empresas portuguesas do setor têxtil afirma-se em Tóquio

Publicado em
25 de out. de 2021

Uma embaixada de 14 empresas portuguesas consagradas do setor têxtil expôs durante três dias em Tóquio, na JITAC - European Textile Fair, 10 das quais integradas na comitiva From Portugal (Albano Morgado SA, Burel Factory, Fitecom SA, Lemar, Le Europe / La Estampa, Lurdes Sampaio, RDD, Texser, Troficolor Denim Makers e Vilarinho). A estas, juntaram-se a Adalberto Estampados, Paulo de Oliveira, Riopele e Tessimax à feira japonesa de têxteis importados da Europa, que decorreu entre quarta e sexta-feira (de 20 a 22 de outubro), no Tokyo Metropolitan Industrial Trade Center - Taito Kan. Eis o balanço das empresas quase todas experientes no salão de Tóquio.


Embaixada de 14 empresas portuguesas consagradas vê aJITAC como um bom canal de entrada no mercado japonês - Instagram @from_portugal


Algumas das empresas da comitiva From Portugal, que apresentaram as suas coleções para a estação de outono-inverno 2022/2023, na JITAC, manifestaram-se o otimismo sobre a sua participação no evento. A Albano Morgado (desde 1927) já é uma referência em feiras de têxteis e moda, com os seus tecidos cardados e penteados de boa qualidade agora integrados em duas coleções sazonais.
 
A Burel (desde 2006) é também uma presença habitual na JITAC, tendo acabado de anunciar a parceria com o Grupo Vista Alegre Atlantis, como sendo uma das 50 marcas portuguesas de decoração e lifestyle, que primam pela responsabilidade ambiental, escolhida para integrar a plataforma online Casa Alegre do grupo. A sua nova coleção lançada em Tóquio é composta por mantas, almofadas, pantufas e tapetes em tecidos de lã texturados e macios, com tons que se encontram na arquitetura tradicional portuguesa.

A Lemar (desde 1939), igualmente assídua nesta feira, apresentou a nova gama de tecidos biodegradáveis e reciclados. Segundo José António Ferreira, gestor de Mercado, “os objetivos definidos pela empresa têm sido atingidos o que demonstra a nossa flexibilidade e resiliência em contextos exigentes”, reforçou em comunicado.

João Carvalho, CEO da Fitecom (desde 1993), pesou positivamente a JITAC como “um bom canal de entrada no mercado japonês, tornando possível o contacto em três dias com um grande número de clientes que de outra forma seria muito difícil”. Como novidades a empresa apresentou fibras recicladas, lãs naturais e lãs com certificação ecológica e laminados.

Também a Texser (desde 1932) participa na JITAC há cerca de seis edições consecutivas. Maria Carla Pimenta, a CEO, adiantou em comunicado que “neste inverno apresentamos uma coleção de algodão e lã, orgânicos crus ou tinto em fio, apontamentos de fios torcidos gadarela e mescalos”.


A Troficolor participa naJITACpela 17.ª edição - Instagram @troficor_denim_makers


Também em comunicado da Associação Selectiva Moda, a Troficolor Denim Makers (desde 1956), que participa no certame pela 17.ª edição, disse que o “feedback foi sempre positivo" e que "recebemos os nossos clientes habituais e alguns novos contactos. Foi uma edição que foi ao encontro das nossas expectativas, mais uma oportunidade de mostrar a nossa coleção e de receber o feedback dos clientes e acima de tudo iniciar tópicos de discussão para futuros negócios", frisou desta vez à FashionNetwork.com, Ana Maria Magalhães, gestora de Vendas Mercado Externo da empresa, promovendo a "nova coleção de tecidos sustentáveis, criativos e versáteis".

A Le Europe, empresa administrada por Marcelo Castelão, detentora da marca La Estampa, também participou em mais uma edição da feira têxtil japonesa. Segundo apurou a empresa à Selectiva Moda, nesta edição a ideia foi "apresentar uma nova forma de trabalhar neste ‘novo normal’, uma forma mais sustentável e online através da nossa plataforma digital MATCH. Uma nova solução de atendimento de forma assertiva e intuitiva e rápida”, reforçou.

Por sua vez, a Lurdes Sampaio (desde 1990) foi uma estreante no salão de Tóquio, apresentando novidades ao nível da sustentabilidade. "A nossa presença foi positiva no sentido que estabelecemos alguns contactos que agora terão de ser trabalhados no sentido de perceber se um mercado tão exigente e singular como o mercado japonês será adequado à nossa empresa na questão processual e logística do negócio em si e não de qualidade de artigo oferecido pois nessa temos todas as garantias", disse Maria Sá, a diretora executiva da empresa.

Já a Adalberto (desde 1969), paralelamente à comitiva, trabalhou para “alargar a participação no mercado japonês”, frisou Tâmara Martins, responsável pelo departamento de Vendas da empresa que apresentou nesta nova coleção acabamentos funcionais para potenciar a performance dos materiais.

Numa última análise, o responsável pelo mercado japonês da Riopele, António Soares, adiantou à FashionNetwork.com: "Nenhum representante das empresas portuguesas se deslocou a Tóquio, em virtude das restrições impostas pelo governo japonês, devido à pandemia. No entanto, a Riopele teve um stand na feira, à imagem do que acontece desde 2012, tendo os clientes sido atendidos pelo nosso agente, Blitz Corporation. Sendo assim, tivemos no total 50 pedidos de cartazes e de cortes de tecido nos três dias de feira, o que é um numero de clientes (que visitou o stand) muito significativo e positivo".

"É sempre positiva a presença na JITAC, de forma a manter viva a relação com os clientes, fator que é muito importante nos negócios com os países do extremo oriente, e nomeadamente com o mercado japonês. Esperamos que na próxima feira, que provavelmente se realizará em março, seja possível a presença física dos representantes das empresas portuguesas", acrescentou António Soares.

Esta participação na JITAC de uma maioria de empresas portuguesas (10 em 14) aconteceu no âmbito do projeto From Portugal, uma iniciativa da Associação Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização de firmas nacionais da área da moda.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.