×
Publicado em
29 de nov. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

João Magalhães abre o seu primeiro espaço ao público em Lisboa

Publicado em
29 de nov. de 2022

O novo atelier e showroom do estilista português João Magalhães, que explora um universo estético marcado pela androginia, fica no número 102 da rua das Trinas, na Lapa, e pretende estabelecer um diálogo constante entre a moda e a arte, não sendo nem por sombras uma galeria, muito embora viva de ecos artísticos. Para já, funciona só por marcação e sem horário fixo, tencionando explorar a sua vertente de loja apenas a partir do mês de dezembro.


João Magalhães estabelece-se em Lisboa depois de Londres, em atelier e showroom aberto ao público - @joaomglhs / Instagram


"Queria ter um espaço a sério há muito tempo, porque sempre ocupei espaços temporários, lojas desocupadas de amigos ou até um sótão”, confessa João Magalhães que é um autodidata na moda, tendo começado o seu percurso na arquitetura e viajado por diferentes continentes, cresceu entre o Reino Unido e Portugal, mantendo a sua base em Londres e agora em Lisboa, por ocasião da abertura deste seu primeiro espaço aberto ao público.

Ao regressar a Portugal, por ocasião da última edição da ModaLisboa - Lisboa Fashion Week, a também nómada amiga Mafalda Froes da marca White Raven, que vive entre a Índia e a Austrália, mostrou-lhe o espaço pelo qual se apaixonou e resolveram "juntar os trapos" (salvo seja).


Em exposição está o seu trabalho que bebe de muitas influências e técnicas - @joaomglhs / Instagram


“O meu trabalho bebe referências de vários sítios, como históricas ou científicas, com técnicas muito variadas. Quero trabalhar cada vez mais essa mistura, como um espelho da minha pesquisa pessoal”, diz ainda à NiT, acrescentando: “O design é colorido, mas já fiz roupa escura. Uma T-shirt preta é apenas uma T-shirt preta, mas há muitas texturas e cortes a acontecerem”.

João Magalhães idealizou todo o espaço, desenhando os charriots, selecionando os materiais, jogando com os revestimentos, criando enfim o seu mundo mágico aberto a influências díspares e emoções como a própria roupa. Aqui, a ideia passa também por apresentar peças novas e únicas feitas à mão – como malhas, alfaiataria e fatos de banho, que está a introduzir aos poucos e ao ritmo das novas ideias.


Paralelamente à roupa, João Magalhães vai apostar em obras de artistas - @joaomglhs / Instagram


“Há tecidos que eu faço de raiz, porque tento ter coisas novas. Para qualquer criativo, é aborrecido estar sempre a fazer a mesma coisa”, explica.

Paralelamente à roupa, João Magalhães vai apostar em obras de artistas. De certa forma, em homenagem à arte onde a moda se pode incluir e aos criativos pois, como diz: "Faço sempre os meus desfiles através de colaborações artísticas, seja numa instalação, com estampados ou joias”, confessa, explicando que pretende criar neste seu espaço uma simbiose entre a moda e a arte, o que transparece desde as coleções expostas ao ambiente e próprio décor.
 

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.