×
279
Fashion Jobs
ADIDAS
Senior Controlling & Reporting Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
TIFFOSI
Area Manager (m/) - Zona Norte
Efetivo - CLT · Braga
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
M+RC NOIR
Production Manager
Efetivo - CLT · ESPOSENDE
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
THE AMAZING FRENCH COLONY
Fashion Designer Assistant
Estágio · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Trabalho temporário · LISBOA
ELSA GOES GREEN
Business Development
Estágio · ERICEIRA
CH CAROLINA HERRERA
Vendedores Eci Lisboa (36 h)
Trainee · LISBOA
CONFIDENCIAL
Stylist (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
SALSA
Conseiller(es) de Vente Avenue 83 Toulon 30h
Efetivo - CLT · Toulon
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Eci Lisboa - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Team Leader o2c Credit And Collections (m/ f) - German Speaker
Efetivo - CLT · Porto
PARFOIS
Interior Designer
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Tax Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior o2c Credit And Collections Specialist (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Gbs Process Manager s2p (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Oeiras Parque - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Oeiras
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Aveiro - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Aveiro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Figueira da Foz

João Rôlo abre primeira loja internacional em Porto Banús

Publicado em
22 de jul de 2020
Tempo de leitura
6 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

“É uma conquista enorme para mim e também para Portugal e para a minha cidade que é Lisboa”, disse João Rôlo – o designer português de alta-costura, com mais de 30 anos de carreira –, no vídeo publicado nas suas contas de Facebook e Instagram. No vídeo, faz o caminho pela marina de Puerto José Banús (ou Porto Banús) que leva à sua loja recentemente inaugurada. Devido às restrições do coronavírus COVID-19, não foi possível convidar vedetas internacionais como gostaria, para comemorar o feito de ser esta a sua primeira loja internacional que elegeu Espanha como país vizinho e irmão.

“Entro numa ‘calle mui pequeña’ que faz a ligação entre a primeira linha da marina e a segunda linha que é onde estão as lojas todas de luxo”, prossegue no vídeo, apontando para a Hermès que fica em frente à sua porta, por sua vez ao lado da Fendi. A loja está também cercada pela Dior, Yves Saint Laurent e Versace.


João Rôlo à entrada da loja em Porto Banús - Instagram @joao_rolo_couture


João Rôlo decidiu fazer as montras em branco que é luz, mar, marina, verão (como diz). As suas manequins camaleónicas posicionam-se na atualidade. Todos os recantos, todos os pormenores da loja, foram sonhados, desenhados e projectados pelo engenheiro têxtil, autodidacta na moda: “Aqui estou eu no meu mundo, na minha essência (…), posso dizer que faz parte do meu ADN porque eu ponho muito das minhas mãos em tudo aquilo que eu faço, seja na parte de decoração, seja na moda (…).”

João Rôlo abriu a primeira loja e primeiro atelier nos anos 80 do século XX, em Lisboa, a dois passos da avenida da Liberdade, onde figuram as grandes marcas da moda e do luxo. A sua marca única e exclusiva é reconhecida pelas elites em Portugal, mais ainda após participar nos Globos de Ouro e ter iniciado a carreira internacional, sendo os seus vestidos ostentados por vedetas e personalidades do mundo inteiro. Isto, apesar de se queixar da falta de apoio por parte da imprensa.


A modelo e atriz russa, Victoria Bonya, e a atriz e apresentadora israelita,Hofit Golan, vestidas por João Rôlo Couture, no Festival de Cannes - Instagram @joao_rolo_couture


Em todos os séculos, Portugal foi padrasto no reconhecimento dos seus artistas das mais variadas áreas, o que geralmente acontecia depois de estes se afirmarem nos países então ditos civilizados, como França e Itália, educadores e patrocinadores de talentos na moda e noutras artes.

No século XIX, valeu-nos o exemplo de Fernando de Saxe-Coburgo-Gotha, o príncipe consorte alemão, segundo cônjuge da rainha Maria II de Portugal (filha do imperador Pedro I do Brasil), que correu Portugal de norte a sul, mandando recuperar o património medieval em ruínas, adquirindo obras dos então jovens artistas românticos, salvando da destruição peças tão valiosas como a Custódia de Belém (ostensório português de ouro e esmalte, datado de 1506, considerado a obra-prima da ourivesaria portuguesa), entres outras iniciativas, e ganhando por isso o cognome de Rei Artista.


Mariza, a grande voz do fado português, natural de Moçambique, vestida por João Rôlo - Instagram @joao_rolo_couture


Em janeiro, o projecto da sua loja de Puerto José Banús foi anunciado no programa de Cristina Ferreira na SIC, a notável apresentadora de televisão que, a partir de setembro, regressará à TVI com um salário milionário de cerca de 3 milhões de euros anuais (valor aproximado daquele que Jorge Jesus, saído do Flamengo, vai receber como novo treinador da equipa de futebol do Sport Lisboa e Benfica). Pelo próprio mérito, Cristina Ferreira afirma-se nos media pelas audiências e regressa assim, à casa mãe, como acionista do grupo e diretora de Entretenimento e Ficção, para além de apresentadora dos programas aos quais dá a cara.

Cristina Ferreira, como anfitriã dos Globos de Ouro, exibiu cinco vestidos completamente diferentes de quatro designers portugueses (Michaela Oliveira, Elisa Carvalho, João Rôlo e David Ferreira), e um espanhol (Roberto Diz), na última gala, com o slogan A Melhor Gala de Sempre. A opinião dos comentadores da Passadeira Vermelha foi unânime: "(O vestido de João Rôlo) foi o vestido da noite".


Pormenor de busto de vestido amplamente bordado à mão - Instagram @joao_rolo_couture


“A minha linha de trabalho continua a ser a mesma. (…) A imagem que me caracteriza em Lisboa e no mundo, mais uma vez estará aqui nesta loja em Porto Banús”.

Uma das grandes apostas são os vestidos com capas esvoaçantes. Distinguem-se também os smokings que não são peças muito comuns de encontrar na João Rolo Couture. Vestidos curtos com ar de verão. Tudo feito à mão. É que, se os vestidos não tiverem “muitas horas de trabalho, para mim não é arte”, explica João Rôlo no vídeo.


Vestidos inspirados na Riviera Francesa na loja de Porto Banús - Instagram @joao_rolo_couture


“Apostei imenso no branco porque é verão, branco com corais, com turquesas porque é mar.” Assim, pretende enaltecer os corais e a flora marinha. Mas, João Rôlo, também gosta de cores fortes para o dia a dia. Para a noite e para festas mais requintadas, considera os tons pastel mais bonitos em contraste com a pele bronzeada.

A coleção de vestidos que apresenta na loja de Porto Banús joga com alturas de curto e longo, com flores gigantones resultantes de uma composição de vários materiais com imensos cristais Swarovski. Tudo forrado a seda natural por dentro e por fora, com trabalho intenso de incrustação. “Dá-me imenso gozo fazer as mangas de balão e as mangas de presunto que voltaram novamente.”


Interior da loja de Porto Banús com vestidos alinhados de um lado e zona de estar dooutro - Instagram @joao_rolo_couture


Em exposição, estão ainda imensos toucados feitos no seu atelier, todos bordados a cristal com penas verdadeiras. Destacam-se em cabeças de plástico que forrou pessoalmente, em tecido. “Como sabem, aqui em Espanha usam-se muito os toucados para os casamentos, para as festas”, explica Rôlo que mudou de rumo quando vestiu personalidades e lançou as coleções em Luanda, Cannes, Monte Carlo, Nova Iorque, Veneza e outras. “Gosto de exclusividade na moda e na decoração. Não por acaso aos cinco anos queria ser decorador. No percurso, os caminhos trocaram-se e passei do equipamento de interiores para a engenharia têxtil, onde descobri o fascínio pelos tecidos, pelas matérias-primas, pelo design têxtil”.

Na loja estreita e alongada de Porto Banús, de um lado desfilam os vestidos em tons pastel a combinar com o espaço expositivo; e, do outro, a zona de estar para os acompanhantes das clientes tomarem Champagne e relaxarem, enquanto estas escolhem a peça certa. Apresenta várias tipologias de assentos forrados com tecidos aveludados e sedas, por vezes com capitonné.


Pormenor de zona de estar da lojadecorada por João Rôlo - Instagram @joao_rolo_couture


Como a loja é muito comprida, João Rôlo decidiu fazer dois grandes provadores para cortar ao comprimento e aconchegar o espaço: “Eu quero ter provadores à medida dos meus vestidos”.

Um deles apresenta quase quatro metros e meio, “nunca vi um provador tão grande”, talhas douradas que adora, meias-paredes de lambris de madeira pintada e papel listrado para conferir a sensação de amplitude. E, mais uma poltrona que tanto o caracteriza porque “eu sou barroco e contemporâneo ao mesmo tempo”. O segundo provador não é tão grande, mas exclusivo com porta (o primeiro tem cortinado).


Mais uma vez a israelita Hofit Golan com a alemã Heidi Klum (supermodelo, produtora televisiva, estilista, apresentadora televisiva e atriz), na amfAR Gala 2020 em Nova Iorque, com vestidos da João Rôlo Couture - Instagram @joao_rolo_couture


É a estética da loja de Lisboa, num espaço inaugurado no sul de Espanha, há cerca de um mês, onde o exímio costureiro promete estar todos os fins-de-semana. “É esta vida que eu adoro, este movimento, este frenesim de as pessoas saírem e arranjarem-se”, vibra João Rôlo. “A marina, aos poucos e poucos, está a tomar a sua vida normal. (…) Os restaurantes começam a ter já bastantes pessoas, sempre com limites”.

E, mesmo tendo Marbelha, raras pessoas infectadas, João Rôlo fez questão de colocar na loja um pequeno aparelho de ozono que faz higienização, durante a noite, e que “desinfecta toda a roupa, todo o ar (…), todas as superfícies ficam desinfectadas com este sistema de ozono”.
 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.