×
349
Fashion Jobs
GRUPO CÃES DE PEDRA
Head of Marketing / Brand Manager
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Senior Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior Technology Consultant Sap (Afs) Fico (Finance & Controlling)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - Core Benefits & Time - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
CRM Specialist - Opportunity to Create Impact on The Value And Customer Loyalty
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior Technology Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Technology Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TIFFOSI
Coordenador Logística (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
GRUPO CÃES DE PEDRA
Diretor(a) Creativo Moda Hombre / Mujer
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
GRUPO CÃES DE PEDRA
Designer de Comunicação / Designer Gráfico (m/f)
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
TIFFOSI
Modelo de Provas
Efetivo - CLT · Porto
WETHEKNOT
Copywriting And Digital Content Creator
Estágio · LISBOA
ISABEL MARANT
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
18 de mar de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Johnny Coca deixa a Mulberry

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
18 de mar de 2020

Johnny Coca deixou o cargo de diretor criativo da Mulberry, como anunciou terça-feira (17 de março) a casa britânica de moda e acessórios de luxo.

O estilista nascido em Espanha e multilingue, deixará a Mulberry no final de março, após cerca de cinco anos de ter assumido o cargo na famosa casa. Inicialmente, juntou-se à Mulberry depois de um período de grande sucesso na Celine - sob a então direção criativa de Phoebe Philo - e depois de trabalhar com Marc Jacobs na Louis Vuitton.


Johnny Coca deixa a Mulberry - DR


O mandato de Coca coincidiu com um período de expansão internacional da casa britânica. A sua nomeação viu a Mulberry lançar sacos tão emblemáticos como o Amberley e o Iris; assim como desenvolver tremendamente as categorias de óculos e de ténis da marca. Além disso, conseguiu relançar a linha de acessórios masculinos e jóias da Mulberry.
 
"Adorei o meu tempo com esta marca icónica de herança britânica e gostaria de agradecer às equipas fantásticas e a todos os que me apoiaram durante o meu tempo aqui. Estou orgulhoso de tudo o que alcançámos e das colecções que criámos". A paixão e dedicação que vi na Mulberry foi incrível e sinto-me honrado por ter feito parte da história da marca", disse Coca num lançamento. 

Durante o mandato de Coca, a Mulberry organizou uma série de eventos para clientes no Reino Unido, Japão, Coreia do Sul, América do Norte, Europa e Austrália, como parte da expansão internacional da marca. 
 
"A última coleção do Coca para a marca será a da primavera-verão 2021 e Mulberry iniciou o processo de encontrar um sucessor", disse a Mulberry no lançamento.


Mulberry, coleção outono-inverno 2020/21 - Foto: Mulberry


O último evento do Coca para a Mulberry foi um programa de três dias de eventos na loja New Bond Street, durante a London Fashion Week, em fevereiro. Um segmento, intitulado Made to Last, convidou os clientes a mergulharem no mundo do fabricante de bolsas de luxo, com iniciativas experimentais.  A casa até "transportou" a sua fábrica Somerset para Londres, permitindo aos convidados ver como o seu novo Portobello Tote, em couro 100% sustentável, foi criado pelos artesãos da marca. Coca, conhecido por favorecer os kilts no seu traje geral, deu início a uma série de palestras sobre criatividade e sustentabilidade para convidados.

O afável e popular Coca recebeu críticas, geralmente positivas, para as suas coleções de moda Mulberry, como aquela de que tendiam para a mistura do historicismo - do Tudor britânico, à gentilidade das casas de campo inglesas - com a atitude de 'It-gal' e punk.
 
"Gostaria de agradecer ao Johnny toda a sua contribuição para a marca, nos últimos cinco anos. A visão criativa de Johnny tem sido um elemento chave na concretização da nossa estratégia, para desenvolver a Mulberry como uma marca de estilo de vida internacional", acrescentou Thierry Andretta, CEO da Mulberry.
 
"Enquanto caminhamos para o nosso 50º aniversário em 2021, continuamos a focar-nos na estratégia de construir a Mulberry como uma marca de luxo global", disse o CEO. "Continuamos empenhados em desenvolver produtos responsáveis e inovadores, sustentados por uma forte equipa criativa interna e pelo nosso modelo internacional de negócios omni-channel, dirigido ao consumidor".  
 
Dito isto, apesar de ser uma das marcas mais famosas do Reino Unido, conhecida pela estética britânica e produtos de valor, a Mulberry teve dificuldades no passado para se reinventar como uma verdadeira marca de prestígio internacional. Como resultado, a Mulberry tem lutado para se tornar verdadeiramente lucrativa, e o preço das suas ações passou de um máximo de 1.132,50p em setembro de 2016 para 147p terça-feira (17), como se viu na Bolsa de Londres.
 
Em fevereiro, o investidor de varejo britânico Mike Ashley comprou uma participação de 12,5% na Mulberry através da sua cadeia de lojas House of Fraser, que incluiu a marca entre as ofertas de retalho por muitos anos. 
 
Nos seus resultados mais recentes, a Mulberry sofreu um declínio de 2% nas vendas globais, terminando em £166 milhões (cerca de 180 milhões de euros), a partir do final de março de 2019; e sofreu um prejuízo de £5 milhões (cerca de 5,5 milhões de euros).
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.