Juan Ordoñez (L'Oréal): "O mercado dermocosmético é o caminho do crescimento para os próximos anos"

CeraVe se torna internacional. A marca dermocosmética americana criada em 2005 foi adquirida pelo grupo L'Oréal da empresa farmacêutica canadense Valeant em janeiro de 2017, juntamente com as marcas AcneFree e Ambi, por um total de 1.300 milhões de dólares, integrando o portfólio de marcas da divisão de cosméticos ativos que inclui a La Roche-Posay, a Vichy, a Skinceuticals, a Roger & Gallet e a Sanoflore.

Juan Ordoñez, diretor geral da marca CeraVe na Espanha - L'Oréal

Até agora nos EUA e no Canadá, a marca enfrenta seu lançamento internacional este ano. "Estamos realizando um lançamento frontal em vários países de forma progressiva", disse Juan Ordoñez, diretor geral da marca do grupo L'Oréal na Espanha, à FashionNetwork.com.

"O desenvolvimento europeu começou no segundo trimestre e o plano é tornar o lançamento internacional completo em um ano", acrescentou. Assim, a CeraVe já faz parte do catálogo do grupo na Espanha, França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Portugal, Bélgica, Grécia, Áustria, Rússia, Polónia e Bulgária. Na América Latina, por sua vez, o desembarque começou no México e no Brasil, enquanto a marca chegará à Guatemala, Peru e Chile nos próximos meses. E em junho, o mesmo deve ser feito em Hong Kong, Taiwan e Tailândia.

A oportunidade de negócio no mercado de dermocosméticos

"A marca preenche uma lacuna importante no mercado de dermocosméticos, são produtos acessíveis com um posicionamento médico e dermatológico ", diz Juan Ordoñez sobre o interesse de integração da CeraVe, completando a oferta variada da divisão. "Temos uma gama de marcas que variam de beleza e natural como Roger & Gallet, Sanoflore e Vichy, para marcas como SkinCeuticals e La Roche-Posay, muito mais profissionais e dermatológicas", ele aponta.

"O mercado de dermocosméticos é uma grande oportunidade para nós hoje, já que demonstrou grande dinamismo nos últimos anos. A nível europeu, cresceu 1,2 vezes mais rápido do que o mercado total de beleza e tem sido impulsionado pela crescente necessidade dos consumidores em busca de produtos para a saúde da pele, o que, ao mesmo tempo, implica uma maior necessidade de especialistas ", analisa o responsável na Espanha. Em todo o mundo, a divisão registrou o maior crescimento em 2017 (+ 11,9%), superando em quase 8 pontos o crescimento médio do grupo, situada em 4,4%.

Se no ano passado as vendas da divisão atingiram a barreira dos 2.000 milhões de euros, o crescimento continua no primeiro trimestre de 2018 com receitas de 658,4 milhões de euros (9,1%), o que o grupo atribui ao bons resultados de La Roche-Posay e SkinCeuticals, o ímpeto de Vichy e o dinamismo de CeraVe.

Produtos da marca CeraVe - L'Oréal

Com 10 milhões de consumidores nos EUA em 2017, a CeraVe dobrou seu crescimento em apenas dois anos no mercado norte-americano, onde coexiste com marcas poderosas como a Cetaphil. Da mesma forma, Juan Ordoñez ressalta que, no mesmo mercado, "tornou-se a primeira marca em prescrição dermatológica da categoria de hidratação corporal, em questão de 10 anos".

Com fórmulas simples e poucos ingredientes, a marca que pretende manter preços acessíveis (10 euros em média) será distribuída em farmácias, em comparação às 'drogarias multimarcas' em que está presente no mercado norte-americano com uma oferta mais ampla.

Por isso, Ordoñez diz: "Nosso objetivo como marca e divisão é acompanhar o desenvolvimento da farmácia, implantando a marca em sua venda física, bem como acompanhando-a em suas estratégias multicanais". A L'Oréal fechou o ano de 2017 com um crescimento de vendas de 0,7%, chegando a 26.020 milhões de euros. Por sua parte, o lucro líquido da empresa atingiu 3750 milhões de euros, 2,8% a mais que em 2016.

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

CosméticaBeleza - DiversosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER