×
370
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Mar Shopping Matosinhos - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Matosinhos
SALSA
Vendeur(se) Carre Senart 30h
Efetivo - CLT · Paris
Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de abr de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Kering: Gucci impulsiona subida de 26% nas vendas no primeiro trimestre

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de abr de 2021

O grupo Kering alcançou um volume de negócios de 3,89 mil milhões de euros no primeiro trimestre de 2021, ultrapassando sem surpresa o mesmo período de 2020, marcado pela pandemia, mas também o de 2019, de acordo com um comunicado divulgado na terça-feira, 20 de abril.


Shutterstock


Para os três primeiros meses do ano, o grupo de François-Henri Pinault anunciou vendas no total de 3,89 mil milhões de euros, um valor superior ao consenso compilado pelas agências Bloomberg e Factset, que previam 3,6 mil milhões.
 
O crescimento foi de 21,4% em dados publicados e de 25,8% em termos orgânicos em relação a 2020. Em comparação com o primeiro trimestre de 2019, o aumento foi de 5,5% a câmbio constante, especifica o grupo francês.

Citado no comunicado de imprensa, o CEO  François-Henri Pinault declarou: "Todas as nossas casas estão a contribuir para esta recuperação e estamos particularmente satisfeitos com a dinâmica da Gucci, numa altura em que a casa celebra o seu centenário."
 
A Gucci, a marca principal do grupo, que dececionou em 2020, realizou 2,17 mil milhões em vendas (+24,6% num ano em termos orgânicos). A Yves Saint Laurent também teve um bom início de ano, com vendas de 516,7 milhões de euros (+23,4%).
 
A Bottega Veneta atingiu 328,2 milhões de euros em vendas (+24,6%), "o melhor primeiro trimestre da sua história", precisou Jean-Marc Duplaix, diretor financeiro do grupo, durante uma conferência de imprensa.
 
O volume de negócios das restantes maisons ascendeu a 714,3 milhões de euros (+33,1%). Sem dar detalhes, a Kering afirma que as casas de joalharia (Boucheron, Pomellato, Qeelin) "realizaram um excelente primeiro trimestre".
 
O volume de negócios da rede de lojas próprias apresenta um crescimento orgânico de 31,8% face ao primeiro trimestre de 2020, e até de 6,3% face a 2019, quando mais de metade das lojas estiveram encerradas na Europa.
 
As vendas em loja aumentaram especialmente na Ásia-Pacífico (+83%) e na América do Norte (+46%). As vendas online duplicaram em comparação com 2020.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.