×
307
Fashion Jobs
Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de out. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Kering ultrapassa os 5 mil milhões em vendas no terceiro trimestre

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de out. de 2022

Continuando a sua progressão, o grupo de luxo anunciou na quinta-feira ter realizado mais de 5 mil milhões de euros em vendas no terceiro trimestre, ou seja, quase mil milhões adicionais, ou 23%, em relação ao mesmo período de 2021.


Saint Laurent - outono-inverno 2022 - Moda Feminina - Paris - © PixelFormula


Citado em comunicado, o CEO François-Henri Pinault declarou: "Num ambiente cada vez mais complexo, mantemos a flexibilidade necessária para sustentar a rentabilidade do grupo e continuamos os investimentos a longo prazo de todas as nossas casas, principalmente da Gucci. Portanto, continuamos confiantes no potencial e nas perspetivas do grupo."
 
O volume de negócios da Kering para o período entre julho e  setembro - 5,14 mil milhões de euros, um aumento de 23% (14% em base comparável) em relação ao terceiro trimestre de 2021 - é superior às expectativas dos analistas.

Todas as zonas geográficas estão em ascensão, especialmente a Europa Ocidental (+74%) e o Japão (+31%). A atividade na América do Norte (+1%) manteve-se, tendo a clientela turística americana beneficiado a Europa. O crescimento na Ásia-Pacífico é de 7%, apesar das restrições sanitárias na China continental.
 
Jean-Marc Duplaix, diretor financeiro da Kering, sublinhou durante uma teleconferência com os jornalistas: “Em todas as nossas marcas, na China houve uma recuperação das tendências após um segundo trimestre muito afetado pelas restrições relacionadas com a Covid-19, mas ainda não voltámos a uma situação completamente normal”. E acrescentou: “No entanto, as tendências melhoraram para as nossas marcas, incluindo a Gucci.”
 
A marca principal do grupo atingiu 2,58 mil milhões de euros em vendas no terceiro trimestre (+9% em base comparável) graças a uma "dinâmica muito boa na Europa Ocidental", apoiada por clientes locais e turistas, em particular americanos, "o que, pelo contrário, pesa sobre a atividade na América do Norte", segundo a Kering. O volume de negócios no Japão está em "forte crescimento".
 

Aumento de 30% nas vendas da Saint Laurent



A Yves Saint Laurent continua a sua ascensão aproximando-se dos mil milhões de euros em vendas (+30%). A atividade na Europa Ocidental mais do que duplicou em relação ao terceiro trimestre de 2021, graças à recuperação do turismo e dos clientes locais. "Todas as outras geografias estão em forte crescimento", lê-se no comunicado.
 
O volume de negócios da Bottega Veneta atingiu os 437 milhões de euros (+14%) impulsionado pela Europa Ocidental e pelo Japão. As vendas da Kering Eyewear e Corporate totalizaram 253 milhões de euros.
 
A Kering não detalha as vendas das "outras casas", que ascenderam a 995 milhões de euros (+13%), incluindo Balenciaga e Alexander McQueen, "particularmente sólidas em todas as categorias de produtos",a  Brioni, que "confirma a sua recuperação", ou a Qeelin, que "resiste bem num ambiente complexo na China".

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.