L'Occitane International vê lucros recuarem

No seu ano fiscal de 2017/2018, encerrado a 31 de março, o grupo de cosméticos L'Occitane International registou vendas de 1,31 mil milhões de euros, uma leve queda de 0,3%. A taxas de câmbio constantes, no entanto, o resultado foi equivalente a um aumento de 4,6%. O lucro operacional do grupo, que inclui marcas como L'Occitane en Provence, L’Occitane au Brésil e Melvita, totalizou 140,9 milhões de euros, uma queda de 16,2% em relação ao ano anterior. O lucro líquido caiu para 96,5 milhões de euros, uma queda de 27,1%.


Flagship da L’Occitane en Provence em associação com Pierre Hermé na Champs-Elysées, em Paris - DR

O grupo, que enfrentou taxas de câmbio desfavoráveis ​​e a reforma tributária nos Estados Unidos, também está a experimentar uma queda nas vendas no seu principal mercado, o Japão. Durante o período, as vendas no país atingiram 218,9 milhões de euros, menos 19,8 milhões que o ano anterior. O país responde agora por 16,6% do volume de negócios da L'Occitane International, em comparação com 18% no período anterior.

A China foi uma surpresa positiva e gerou vendas de 159,1 milhões de euros, ante 139 milhões de euros no ano anterior. A França registou vendas de 102,2 milhões de euros, um aumento de 1,7%, contribuindo com 2,8% do crescimento do grupo.

O desempenho das novas marcas do grupo também foi positivo. L'Occitane au Brésil, Melvita e Erborian apresentaram um crescimento forte de dois dígitos no Japão, França e Brasil, onde os consumidores procuram produtos mais inovadores com preços acessíveis. A L'Occitane en Provence, no entanto, continua a ser a força motriz do grupo, sendo responsável pela maior parte das vendas.

Por fim, a aquisição da participação maioritária na LimeLife, em janeiro deste ano, também resultou em crescimento para o grupo. A empresa lançou a marca americana de maquilhagem no Canadá em março e está a introduzi-la no Reino Unido neste mês de junho. A L'Occitane afirmou que ainda está a explorar outras possíveis aquisições consistentes com a sua estratégia atual de multimarcas.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

CosméticaNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER