×
366
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
BROWNIE
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
SANDRO
Sales Assistant 12hr Corner Porto h/m
Trainee · LARAMIE
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Algarve Shopping
Efetivo - CLT · GUIA
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Oeiras Parque
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Eci Lisboa - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Gestor de Loja - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de mai de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

L Brands cancela a venda da Victoria's Secret

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de mai de 2020

A empresa norte-americana, L Brands, proprietária da Victoria's Secret, anunciou que chegou a um acordo com a Sycamore Partners para cancelar a venda da icónica marca de lingerie, anunciada em fevereiro.


A L Brandsjá não vai vender aVictoria's Secret - Victoria's Secret


A Sycamore Partners acertou a aquisição de 55% da L Brands por 525 milhões, mas mudou de ideia devido às medidas tomadas pela Victoria's Secret para sobreviver à pandemia de COVID-19 e foi à justiça, no dia 22 de abril, para pedir o cancelamento da operação. A L Brands contra-atacou ao propor uma ação judicial.

"A L Brands e a Sycamore Partners concordaram em resolver a sua disputa e abandonar os respetivos processos", anunciou a L Brands, segunda-feira (4 de maio), sem mencionar se houve compensação financeira. Esse anúncio encerra abruptamente uma das principais transações no sector têxtil e de distribuição, particularmente afectado pela crise da saúde.

Com isto, aumentam as incerteza sobre o destino da Victoria's Secret, que vem enfrentando grandes dificuldades financeiras. Futuramente, a Victoria's Secret tornar-se-á uma empresa independente, assim como a Bath & Body Works, outra marca principal da L Brands. Les Wexner, de 82 anos, que comprou a Victoria's Secret em 1982 por 1 milhão de dólares à época, está prestes a deixar o cargo de CEO na empresa.

A Sycamore Partners criticou a L Brands por ter fechado quase todas as lojas Victoria's Secret e PINK, no mundo inteiro, apenas um mês após o acordo entre as duas partes, alegando que essas medidas afectavam a atividade. 

A Sycamore desaprovou, também, a atitude da L Brands de colocar funcionários da Victoria's Secret em licença por tempo indeterminado, além de reduzir a remuneração dos executivos.

 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.