×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
19 de jul. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

L Catterton adquire participação maioritária na italiana Etro

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
19 de jul. de 2021

O fundo de private equity L Catterton, cofundado pela gigante do luxo LVMH, irá adquirir uma participação de 60% no grupo italiano de luxo Etro, avançaram no domingo duas fontes familiarizadas com o assunto.


Dario Catellani


O negócio avalia a Etro em cerca de 500 milhões de euros, indicaram as fontes, confirmando informações dos jornais italianos La Repubblica e Il Sole 24 Ore. A Etro afirma estar presente em 140 pontos de venda, boutiques e espaços em grandes armazéns, em 58 países em todo o mundo.
 
Em comunicado, a Etro confirmou que a L Catterton irá assumir uma participação maioritária na empresa, enquanto a família Etro manterá uma participação minoritária. O comunicado não quantificou essas participações nem deu detalhes financeiros da transação.

Gerolamo Etro, que fundou o grupo em 1968, tornar-se-á presidente e a transação deverá ser concluída até ao final do ano, precisa o comunicado, no qual o fundador e presidente é citado: “A minha família e eu estamos muito orgulhosos de termos estabelecido a Etro como uma marca de luxo forte que ressoa junto dos consumidores de todo o mundo. A L Catterton tem uma visão que vai ao encontro da nossa e um apreço único pelo nosso negócio. A empresa aborda o conceito de parceria como a nossa família. Após quase 55 anos sob a nossa direção, acreditamos que juntamente com a L Catterton a Etro pode começar o seu próximo capítulo de crescimento e consolidar o seu lugar entre as grandes casas de luxo duradouras. Estamos muito satisfeitos por trabalhar com a equipa da L Catterton, que aporta o seu conhecimento profundo da categoria de moda, bem como um histórico comprovado no apoio ao desenvolvimento internacional de marcas distintas, permitindo assim à Etro alcançar novos patamares."


Desfile Homem - Etro primavera-verão 2022 - Etro


A marca milanesa, conhecida pelo célebre design paisley dos seus preciosos tecidos, é regularmente cortejada. Antes da pandemia, contabilizou em 2019 um volume de negócios de 284,98 milhões de euros, com um resultado operacional bruto (EBITDA) de 15,7 milhões, segundo dados publicados pela Pambianco.
 
A empresa reestruturou-se nos últimos anos e, em setembro de 2020, recorreu aos serviços de Stefano Sassi, antigo diretor-geral da Valentino, como consultor para relançar a casa.
 
A LVMH e a L Catterton não estiveram imediatamente disponíveis para comentar. Em abril, uma fonte disse à Reuters que o grupo de luxo com sede em Milão estaria a analisar o interesse da L Catterton, uma empresa de investimentos nascida de uma parceria entre a Catterton, a LVMH e Bernard Arnault.

Segundo uma das fontes, os quatro filhos de Gerolamo, Ippolito, Jacopo, Kean e Veronica, que representam a segunda geração ativa na empresa, continuarão a ser acionistas com uma participação de 40% e continuarão a ser donos do imobiliário da Etro, bem como das lojas em gestão direta, disse uma das fontes.

A L Catterton gere cerca de 30 mil milhões de dólares em ativos em todo o mundo e assumiu recentemente o controlo da fabricante de sandálias alemã Birkenstock. A LVMH, que é por sua vez proprietária de várias marcas italianas, incluindo a marca de joalharia Bulgari, aumentou em abril para 10% a sua participação na marca de calçado italiana Tod's.
 
Com a Reuters

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.