×
350
Fashion Jobs
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
3 de dez de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

L'Occitane International contraiu 15,2% no primeiro semestre

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
3 de dez de 2020

Afetada pela crise sanitária do novo coronavírus que, no seu auge, provocou o fecho de 75% da rede global de 1.569 lojas, o grupo de cosméticos L'Occitane International viu as vendas caírem 15,2%, para 616,6 milhões euros (-13,1% à taxa de câmbio constante), durante o primeiro semestre do exercício de 2020/21. De abril a setembro, o lucro operacional da empresa proprietária das marcas L'Occitane en Provence, L’Occitane au Brésil, Melvita, Erborian e Elemis, foi de 32,89 milhões de euros, perante 41,7 milhões de euros no mesmo período do ano anterior.


Elemis, uma das marcas da L'Occitane International - Elemis


A principal marca do grupo, L’Occitane en Provence, que representa 75% das vendas totais, alcançou vendas de 462,3 milhões de euros, -16,7%. A marca de cosméticos Elemis, por sua vez, obteve vendas de 64,6 milhões de euros, -23,2%.
 
O segmento “Outras marcas" (Melvita, L'Occitane au Brésil e Erborian) registou 35,2 milhões de euros, um decréscimo de 25,6%. Apenas a LimeLife subiu, impulsionada por lançamentos de produtos, promoções relâmpago e novo aplicativo. A marca de maquilhagem americana registou um aumento de 33,5% nas vendas, para 54,3 milhões de euros.

Em França, onde o grupo possui 87 lojas, a L'Occitane International espera que a sua faturação atinja os 37,5 milhões de euros, ante 48,6 milhões no mesmo período de 2019. Com vendas de 113,9 milhões de euros, os EUA continuam a ser o principal mercado da L'Occitane, embora com uma contração de 14,7%. Neste primeiro semestre de 2020, apenas a Ásia se manteve em alta: a China viu as vendas aumentarem 27,1%, para 97,4 milhões de euros, e o Taiwan, 19%. 

Vale a pena ressaltar que, nos primeiros seis meses do seu ano fiscal, as vendas online da L'Occitane aumentaram 80,8%. O grupo, que declarou que o resto do ano fiscal será mais uma vez um período difícil, indicou que pode ter de cortar os postos de 300 funcionários dos 9.000 que possui no mundo inteiro. Atualmente, a empresa está a reestruturar as atividades da L'Occitane au Brésil e da Melvita, e a racionalizar as suas lojas nos EUA.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.