×
350
Fashion Jobs
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
17 de abr de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

L'Oréal limita prejuízo no primeiro trimestre

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
17 de abr de 2020

O grupo francês de beleza, L’Oréal, registou uma contração de mais de 40%, na atividade do primeiro trimestre, devido ao impacto da pandemia de COVID-19, que desacelerou as vendas em todas as regiões. A companhia estima uma queda de 8% no mercado de beleza, durante o primeiro trimestre, uma tendência que será acentuada no segundo trimestre.


Eric Piermont/AFP


Em comunicado, a empresa anunciou que a sua faturação trimestral alcançou 7.22 biliões de euros, 4,3% a menos do que o registrdo no mesmo período de 2019 (-4,8% numa base comparável).

A gigante global de produtos cosméticos, que o ano passado registou o maior crescimento no volume de vendas desde 2007, teve uma desaceleração na atividade devido à pandemia, que a levou ao fecho de pontos de venda na China em janeiro e, posteriormente, na Europa ocidental e na América do Norte.

No final de março, a L'Oréal anunciou que previa uma queda de cerca de 5% na faturação do primeiro trimestre e suspendeu as metas financeiras anuais. No primeiro trimestre, as vendas caíram em todos os continentes. A Europa Ocidental mostrou uma queda de 7,7% numa base comparável.

Sinais positivos para o consumo chinês

Apesar disso, segundo Jean-Paul Agon, CEO do grupo, citado no comunicado, "a China já está a revelar uma recuperação encorajadora, no consumo de produtos de beleza". No primeiro trimestre, o volume de negócios, neste país, cresceu 6,4% numa base comparável.

Por sector de atividade, a L'Oréal Luxe, dedicada a produtos de beleza de alta qualidade (Lancôme, Yves Saint Laurent, etc.), registou uma queda de 9,3% numa base comparável. As vendas na principal divisão do grupo, de produtos de consumo, caíram 3,6% e as vendas na divisão de produtos profissionais diminuíram 10,5%.Por outro lado, a atividade da divisão de cosméticos ativos aumentou 13,2% nesse período e o comércio online aumentou 52,6%, representando agora quase 20% do volume de negócios.

Considerando estes resultados, a L'Oréal anunciou que o conselho de administração se reunirá em maio para determinar a sua posição quanto à distribuição de dividendos.
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.