×
326
Fashion Jobs
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Planning Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (F/M/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Hcm/sf Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Controlling & Reporting - Brand Operating Overheads (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Controlling & Reporting - Group Functions Controlling Legal (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Controlling & Reporting - Marketing Working Budget (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de jul. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

L'Oréal: lucro líquido de 3,2 mil milhões de euros no primeiro semestre

Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de jul. de 2022

A gigante global de cosméticos L'Oréal registou um lucro líquido no primeiro semestre de 3,2 mil milhões de euros, um aumento de 36,5% em relação ao ano anterior, graças ao aumento das vendas em todas as regiões e categorias de produtos.


AL'Oréal registou um lucro líquido no primeiro semestre de 3,2 mil milhões de euros, um aumento de 36,5% em relação ao ano anterior - L'Oreal


As vendas do grupo entre janeiro e junho totalizaram 18,37 mil milhões de euros, um aumento de 20,9% em relação ao ano anterior. A rentabilidade também aumentou com uma margem operacional de 20,4%, contra 19,7% na primeira metade de 2021, de acordo com uma declaração na quinta-feira (28 de julho).
 
As vendas do grupo foram ligeiramente superiores às estimativas consensuais da Bloomberg e da Factset, que foram de 17,84 mil milhões de euros e 17,82 mil milhões de euros, respetivamente. "A L'Oréal está a crescer duas vezes mais depressa do que o mercado e está assim a reforçar a sua posição como a número um do mundo", diz Nicolas Hieronimus, o CEO citado no comunicado de imprensa.

Por ramo de atividade, todas as divisões estão a progredir. A L'Oréal Luxe, dedicada aos produtos de alta gama (Yves Saint Laurent, Lancôme...) mantém o seu lugar de primeira divisão adquirida em 2021, com um volume de negócios semestral de 6,87 mil milhões de euros (+25,6%).
 
As vendas da divisão Consumer (Garnier, Maybeline, Mixa...) atingiram 6,79 mil milhões de euros (+13,9%) e a divisão Professional Products (Redken, Kerastase...) cresceu 21,7% para 2,16 mil milhões de euros.
 
A divisão Active Cosmetics (Vichy, La Roche-Posay...) fez os melhores progressos (+28%) para 2,54 mil milhões de euros graças, nomeadamente, a um "reforço da parceria com os profissionais de saúde", ainda segundo o comunicado de imprensa.
 
Geograficamente, o norte da Ásia continua a ser o maior mercado com 5,62 mil milhões de euros em vendas (+20,3) à frente da Europa com 5,57 mil milhões de euros (+14,6).

Na Ásia, a "L'Oréal Luxe está a ganhar espetacularmente quota de mercado", e na Europa, o grupo "está a crescer mais rapidamente do que o mercado, particularmente em Espanha, Portugal, Alemanha e Itália".

A América do Norte cresceu 23,5% para 4,65 mil milhões de euros em vendas.
 
O grupo assinala um "crescimento excecional nos países emergentes" na América Latina (+39,1% a 1,12 mil milhões de euros) e no Pacífico Sul, Médio Oriente e África (+28,3% a 1,4 mil milhões de euros).
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.