LVMH: Kris Van Assche na Berluti

Será que a nomeação de Kris Van Assche na manhã de terça-feira será a última rodada da dança das cadeiras da LVMH com as suas marcas de roupa masculina? Esta nova nomeação já era esperada desde que a LVMH anunciou na sexta-feira que Haider Ackermann deixaria a Berluti. E, na terça-feira de manhã, foi oficial: o estilista belga Van Assche está na Berluti e apresentará a sua primeira coleção em janeiro de 2019, durante a semana de moda masculina.
 
Kris van Assche confirmado na Berluti - Photo: Kris van Assche - Facebook

Nomeado diretor criativo da Dior Homme em 2008, Van Assche já tinha uma missão difícil a seguir, pois havia substituído o carismático Hedi Slimane, que havia renomeado a linha de Christian Dior Monsieur para Dior Homme e a transformado num blockbuster na passarela e na caixa registadora.

No entanto, Van Assche estava à altura da tarefa e manteve a posição de prestígio durante onze anos, conquistando o apoio e a admiração da família Arnault. Quando a LVMH contratou Kim Jones como diretor artístico da Dior Homme em março, o gigante de luxo francês esforçou-se para deixar claro que Kris Van Assche brevemente seria encarregado de uma nova missão.

“Sempre quis construir pontes entre o savoir-faire, a herança de uma marca e a minha clara visão contemporânea”, disse Van Assche num comunicado divulgado na manhã de terça-feira. “Antoine Arnault falou-me das suas ambições para a Berluti e é com grande prazer que aceito este novo desafio, que se encaixa perfeitamente na minha vontade e visão. Gostaria também de agradecer ao Bernard Arnault pela sua confiança renovada."

A empresa parisiense foi fundada em 1895 pelo fabricante de botas italiano Alessandro Berluti e comprada em 1993 pela LVMH. Em 2005, expandiu os seus negócios para artigos de couro e, em seguida, adicionou o ready-to-wear em 2011. A marca é, entretanto, um nome internacional e opera uma rede de 45 lojas em todo o mundo.

Esta escala maior para a Berluti foi inicialmente liderada por Alessandro Sartori como diretor artístico. Este ocupou o cargo durante cinco anos, seguido por Haider Ackermann, mas este ficou apenas durante 18 meses. Embora o trabalho de Ackermann tenha sido aclamado pela crítica, as nossas fontes sugeriram que Antoine Arnault, filho mais velho de Bernard Arnault e CEO da Berluti, questionou o compromisso de Ackermann com a Berluti.

Com esta nova nomeação e transferência para Van Assche, a LVMH mantém um dos seus designers mais confiáveis.

"Estou muito feliz em receber Kris Van Assche na Berluti", comentou Antoine Arnault no comunicado de imprensa da LVMH. “Conheço-o há vários anos, sempre admirei o seu trabalho na Dior Homme e estou ansioso por trabalhar com ele.”

Van Assche, que conseguiu aumentar as receitas da Dior Homme com a sua linha Black Carpet, tentará agora repetir-se na Berluti, construindo tanto as suas coleções casuais como as mais personalizadas.

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosNomeações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER