LVMH: Sophie Brocart nomeada CEO da Jean Patou

A LVMH nomeou Sophie Brocart como nova CEO da Jean Patou, a histórica casa de perfumes que o conglomerado de luxo espera transformar numa marca global significativa.


Sophie Brocart - Foto: Laurent Giraud

No mês passado, a LVMH nomeou Guillaume Henry como novo diretor criativo da Jean Patou, acrescentando um aclamado talento francês, que deixou recentemente as fileiras da Nina Ricci, a uma casa com uma história brilhante.
 
"Estou muito feliz com a chegada de Sophie Brocart à liderança da Jean Patou. Juntamente com o talentoso diretor criativo Guillaume Henry, Sophie relançará esta casa emblemática, que marcou a história da moda e da perfumaria. Desejo-lhe muito sucesso", declarou Sidney Toledano, presidente e CEO do LVMH Fashion Group, que supervisiona a Patou, numa mensagem corporativa interna. O LVMH Fashion Group engloba meia dúzia de as casas de moda, incluindo Celine, Givenchy, Marc Jacobs, Loewe, Emilio Pucci, Kenzo, Nicholas Kirkwood e Jean Patou. Este verão, a LVMH adquiriu o controlo da Jean Patou à Designer Parfums, uma empresa de licenciamento de perfumes com sede no Reino Unido.

Brocart junta-se à Patou após ter estado na Nicholas Kirkwood, tendo sido CEO da marca de calçado londrina nos últimos quatro anos. A nomeação marca uma ascensão meteórica para Brocart, que foi mentora de jovens talentos dentro da órbita LVMH, orientando nomeadamente os vencedores do Prémio LVMH. Também trabalhou com Jonathan Anderson após a LVMH ter adquirido uma participação substancial no negócio do irlandês, J. W. Anderson.
 
"A Jean Patou é um projeto muito emocionante pelo qual sou apaixonada. Mas, estamos apenas no início desta aventura. Ainda temos que encontrar uma sede. A chave é concentrarmo-nos na criatividade e ajudarmos Guillaume Henry a expressar-se totalmente", disse Brocart à FashionNetwork.com.

Um verdadeiro dandy, Jean Patou fundou a sua casa em 1912, sendo-lhe atribuído o crédito de criar as primeiras gravatas de designer. Patou lançou o seu negócio de perfumes com três fragrâncias em 1925. Um grande inovador, o seu Huile de Chaldée é frequentemente citado como a primeira loção bronzeadora. Além disso, a casa Patou tem também uma importante história com a moda, uma vez que criadores notáveis como Karl Lagerfeld, Jean-Paul Gaultier e Christian Lacroix foram em tempos designers da marca.
 
Brocart deixará o seu posto na Kirkwood e a LVMH anunciará futuramente o seu substituto. Brocart anunciou, no entanto, que continuará com o seu papel como mentora na LVMH.
 
"Gosto muito de orientar. É como provar um bom vinho jovem. Quando o provamos, queremos ver como amadurece", acrescentou Brocart.

Na Kirkwood, a executiva foi fundamental no desenvolvimento da jovem casa, que no mês passado se estreou na London Fashion Week. Uma encenação brilhante chamada Evidence, uma visão de um universo distópico com uma decoração cheia de computadores, frigoríficos, graffiti e monitores onde um hacker californiano de 18 anos exibiu imagens a 360 graus do novo calçado da Kirkwood, destacando as suas novas botas punk florais. Em suma, Brocart é uma executiva que pensa fora da caixa.

Brocart formou-se na École Polytechnique e na ENSAE e tem um mestrado em economia pela École Normale Supérieure. Anteriormente, na sua carreira, ocupou uma posição corporativa na sede da LVMH, bem como na Louis Vuitton e na Celine.
 
A sua nomeação é muito consistente com a estratégia da LVMH, visto que o grupo gosta de recrutar responsáveis dentro das suas próprias fileiras. No mês passado, o grupo também nomeou Jenny Galimberti, anteriormente diretora de comunicações da Louis Vuitton, como nova CEO da J.W. Anderson

Não é bem uma porta giratória, mas sim uma escada rolante cuidadosamente editada para o talento administrativo.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

PerfumesLuxo - DiversosNomeações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER