LVMH lança programa de aceleração de startups na Station F

Paris, 9 de abril de 2018 (AFP) - Depois de criar expectativa, durante todo o dia, através das suas redes sociais, o grupo LVMH, gigante francês do luxo, anunciou esta segunda-feira que pôs em marcha, na Station F, a enorme incubadora de empresas que abriu em Paris no verão de 2017, um programa de "aceleração" para startups internacionais do setor de luxo.


Bernard Arnault inaugurou a Maison des Startups da LVMH na Station F - Instagram LVMH

O programa, batizado "Maison des Startups", criará "89 postos de trabalho" em "duas promoções de seis meses", com "a ambição de acolher 50 startups internacionais por ano", disse o grupo num comunicado.
 
A LVMH (Vuitton, Christian Dior, Dom Pérignon...) pretende apoiar empresários dos setores relacionados com as 70 casas do grupo, com o objetivo de "inventar novos serviços e produtos inovadores para o mercado".
 
"Há uma proximidade histórica entre o grupo, os seus valores e o mundo da criação de empresas e startups", disse Bernard Arnault, CEO da LVMH, no lançamento do programa, na segunda-feira ao final do dia.

O objetivo é "manter num grupo de tamanho considerável a agilidade empresarial necessária para fazer avançar as coisas da maneira mais rápida e eficiente possível", acrescentou.

As startups a quem se dirige o programa propõem soluções em sete domínios, como a inteligência artificial, a internet dos objetos ou as realidades aumentada e virtual.
 
Entre as primeiras startups selecionadas, encontra-se, por exemplo, no setor da internet dos objetos, uma empresa que está a desenvolver um ventilador conectado, que permite regular a ventilação do vinho antes da degustação.  

A Station F já fechou anteriormente vários acordos com outros parceiros, como a L'Oréal para objetos conectados no setor da beleza, a Thales para a segurança cibernética, o Facebook para dados informáticos ou a Microsoft para a inteligência artificial.
 
A incubadora de empresas emergentes, concebida para acolher mais de mil startups num lugar único de 34 mil metros quadrados na Halle Freyssinet, foi fundada e financiada pelo empresário Xavier Niel, com uma participação da câmara municipal de Paris.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.

Luxo - DiversosInovações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER