Lancel inicia novo capítulo com Barbara Fusillo no comando do estilo

A Lancel inicia um novo capítulo em sua história secular. A histórica marca francesa de artigos de couro que pertencia ao gigante grupo suíço de luxo Richemont e foi comprada em junho deste ano pela empresa italiana, Piquadro, especializada em maletas e malas, deu início ao seu relançamento com uma coleção mais ampla e totalmente renovada, que será apresentada em Paris durante a Semana da Moda, em janeiro de 2019.


Lancel inicia novo capítulo com Barbara Fusillo no comando do estilo. - lancel.com

“Trata-se de uma coleção bastante ampla que marcará o novo rumo da marca sob a direção da diretora criativa Barbara Fusillo", disse o fundador e líder da Piquadro, Marco Palmieri, ao FashionNetwork.com. "Antigamente, a marca criava produtos que eram renovados ao longo dos anos. Não havia uma coleção realmente nova apresentada a cada temporada. Nós introduzimos essa nova lógica”, explica Palmieri.

Barbara Fusillo ingressou na Lancel em setembro de 2017, alguns meses antes da aquisição da marca pela Piquadro, e permaneceu na liderança do time de estilo. Formada pelo Istituto Marangoni e pela Accademia Italiana, a estilista trabalhou na Prada por seis anos, onde foi responsável pelos artigos de couro da Miu Miu, antes de ingressar na Marc Jacobs e, posteriormente, na Lancel.

"Atualmente, os resultados da Lancel estão alinhados com as nossas expectativas. Por enquanto, estamos focados na oferta, que estamos reestruturando”, diz Marco Palmieri. A marca é distribuída por meio de sessenta lojas e corners. “Retomamos duas lojas que iam fechar em Dubai e Moscou", diz o empresário.

Em paralelo, o grupo quer ressaltar o incrível legado da Lancel, cujos arquivos estão reunidos em Paris, em um sobrado localizado no número 50 da rue Ampère, no 17º arrondissement, onde a marca se estabeleceu em novembro de 2012. A empresa vai lançar um museu itinerante para apresentar o universo da marca, e prevê uma turnê na Ásia.

Embora tenha sido comprada pela Richemont em 1997, a marca de bolsas fundada em Paris em 1876 por Angèle Lancel vinha enfrentando dificuldades há vários anos. Em 2014, quando acumulou déficits, a empresa viu suas vendas despencarem e, para se recuperar, pediu a ajuda de Marianne Romestain, que acaba de ingressar na Galeries Lafayette.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - AcessóriosLuxo - AcessóriosColeção
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER