×
Publicidade
Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
4 de set de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Le Coq Sportif propõe sapatilhas feitas a partir de uvas

Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
4 de set de 2020

As sapatilhas vegan, alternativas aos modelos de couro, estão em alta. Até mesmo as gigantes do desporto estão a começar a fabricá-las. A Le Coq Sportif lançou a sua primeira coleção vegan, natural e local. Algo para satisfazer os viciados em sapatilhas comprometidos com o bem-estar dos animais e com o respeito pelo planeta.



Nas últimas temporadas, o mundo da moda tem tentado reinventar-se para propor coleções menos prejudiciais para o planeta, mais respeitadoras do bem-estar animal e cujo processo de criação segue um novo caminho para evidenciar o savoir-faire local. Enquanto alguns ainda estão a começar esta revolução verde, outros já esboçam os contornos de um futuro mais responsável. É o caso da Le Coq Sportif, que propõe pela primeira vez uma linha de sapatilhas vegetais.
 

Uvas para substituir o couro

Embora muitas marcas já tenham mudado para substitutos do couro à base de abacaxi ou maçã, a Le Coq Sportif virou-se para as uvas. A marca explica que este material “é obtido da uva, justamente dos resíduos que não são aproveitados após a extração do mosto para a produção do vinho ou grappa”.
 
“Estes resíduos são então transformados numa pasta que é colocada sobre uma lona de algodão, revestindo-a para criar o seu formato de couro”, acrescenta a marca.

A Le Coq Sportif não se contentou em transformar a parte superior das sapatilhas desta coleção. A palmilha é feita de cortiça, a sola em borracha e os atacadores em algodão. Quanto à produção, é europeia, com materiais de origem italiana e as sapatilhas fabricadas em Portugal.
 
Esta nova coleção é composta por dois modelos: o Nérée, tipo retro running, disponível por 130 euros, e o mais clássico Gaïa, disponível por 115 euros.

Copyright © 2021 AFP-Relaxnews. All rights reserved.