×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de out de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Levi Strauss anuncia mudanças na direção

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de out de 2020

A Levi Strauss & Co. anunciou na terça-feira várias mudanças na sua direção para que a marca se concentre no modelo direct-to-consumer (DTC - direto ao consumidor) e dê prioridade à digitalização do negócio.


Levi Strauss anuncia mudanças na sua direção - Facebook: Levi


A partir de 30 de novembro, a sua diretora de marketing, Jen Sey, tornar-se-á presidente de marca. Nesta nova função, Sey irá liderar a organização da marca Levi's, reunindo num só lugar marketing, design, merchandising e experiência de marca.
 
Liz O'Neill será a nova diretora de operações e irá supervisionar a implementação contínua da tecnologia F.L.X. da empresa, impulsionando ao mesmo tempo a digitalização, a sustentabilidade e a agilidade na cadeia de aprovisionamento global.

Por seu lado, Seth Ellison, anterior vice-presidente executivo e presidente da Europa, ascende a diretor comercial (CCO) e vai liderar as operações comerciais internacionais da empresa.
 
Por último, para acelerar a transformação digital da empresa, Marc Rosen, vice-presidente executivo e presidente da região da América, assume uma função adicional como diretor de um novo Digital Enterprise Office.

“Ao duplicar os principais motores de crescimento da empresa, fortalecendo continuamente o nosso maior ativo, a marca Levi's; dar prioridade ao DTC e diversificar o nossos negócio; e abraçar o mundo digital para transformar as nossas operações e processos, estamos a capitalizar as oportunidades criadas pela pandemia mundial, que acelerou as mudanças no comportamento do consumidor e no panorama competitivo", declarou Chip Bergh, presidente e CEO da Levi Strauss & Co.
 
“Com uma equipa diretiva líder do setor, a Levi Strauss & Co. tem a sorte de contar com líderes que impulsionaram o valor a longo prazo e estão bem posicionados para reforçar essa abordagem no próximo capítulo do nosso crescimento.”

No início do mês, a icónica marca de jeans anunciou lucros surpreendentes graças ao aumento das vendas online. A empresa também beneficiou de importantes parcerias no wholesale e do sucesso de novas categorias de produto. Ainda assim, durante o terceiro trimestre, encerrado a 23 de agosto, o lucro líquido caiu cerca de 27%, para 1,06 mil milhões de dólares.
 
Atualmente, a empresa está muito focada no seu negócio de e-commerce.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.